Créditos: Divulgação NVIDIA

DLSS 2.2 pode estar reduzindo efeito de ghosting em objetos nos jogos

Solução está buscando resolver o problema da versão 2.1 da tecnologia da NVIDIA que apresenta problemas com artefatos

A nova atualização do NVIDIA DLSS está procurando resolver o problema de ghosting em objetos, ao menos é o que sugere o sistema implementado no Lego Builder's Journey. Quem afirmou isso foi o canal Digital Foundry, que analisou os dados da versão 2.2 e constatou melhoras na forma hora da tecnologia trabalhar objetos em movimento, além de uma melhora na qualidade no modo 'Desempenho Ultra'.

Esse problema é algo bastante comum na versão 2.1 da tecnologia, que apresenta diversos fantasmas em alguns itens que estão se movendo pelo cenário. Agora parece que a desenvolvedora está se esforçando para corrigir o quanto antes isso, ao menos é o que aponta o DF, que comparou a nova versão 2.2 em jogos como Cyberpunk 2077, NIOH 2 e Death Stranding.

O canal do Youtube comparou o update com a versão antiga, mostrando que a NVIDIA conseguiu remover quase que completamente esses efeitos. Mesmo em lugares onde a tecnologia é mais testada, como o elevador de Cyberpunk 2077, o DLSS mostra uma evolução bastante impressionante na forma de tratar os objetos em movimento:

Além do problema de artefatos, a nova versão do sistema também está sendo melhorada para tratar melhores objetos “finos”, como fios de energia e grades de uma cerca. Essa novidade é especialmente para jogos que precisam ser rodados em 4K no modo ‘Desempenho Ultra’, que é bastante criticado pela qualidade gráfica que ele apresenta.

- Continua após a publicidade -

O DF notou que com a versão 2.2, o modo de máximo de desempenho apresentou uma pequena melhoria em alguns casos, mas ela pode não ser focada em jogadores de PC. Essa novidade pode ser mais importante na verdade para o novo Nintendo Switch Pro, que virá, supostamente, com suporte a tecnologia NVIDIA DLSS.


Créditos: Reprodução / Digital Foundry

Como base para realizar esse teste, o Digital Foundry utilizou os arquivos do DLSS do Lego Builder's Journey, que apresenta a versão mais atualizada da tecnologia da NVIDIA. O canal simplesmente copiou a biblioteca do DLSS 2.2 e colou na pasta de arquivos dos jogos que só possuem a versão 2.1, na grande maioria dos casos, para realizar testes, os arquivos se mostram bastante compatíveis.

Entretanto, como apontado pelo portal VideoCardz, alguns usuários ainda apontam que mesmo assim a tecnologia apresenta ghosting no Rainbow Six Siege, então ainda não tem como afirmar que o problema foi totalmente corrigido com a nova versão DLSS 2.2.

Fonte: DigitalFoundry, VideoCardZ
Tags
  • Redator: Willian Ferreira

    Willian Ferreira

    Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.