Créditos: Reprodução / Samsung

Exynos com GPU AMD é mais potente que qualquer concorrente, mostra teste

Novo chipset da Samsung é encontrado em site de benchmark mostrando um desempenho até 50% superior ao Snapdragon 888

Um dos grandes anúncios na indústria de smartphones recentemente é a parceria da Samsung e AMD, que visa levar a arquitetura RDNA 2 para smartphones. Com isso as empresa querem levar as melhores tecnologias de vídeo para as GPUs mobile, como suporte a suporte ao ray tracing, recentemente foi descoberto que as empresas estavam testando esse novo chipset, agora foi descoberto o desempenho desse novo Exynos, que é superior a qualquer outro chipset para smartphones.

As informações sobre esse SoC que as empresa estão desenvolvendo foram publicadas pelo vazador Ice Universe, que é conhecido por trazer informações privilegiadas da Samsung. Segundo uma publicação dele no Twitter, o chipset Exynos com GPU RDNA 2 realmente começou a ser testado recentemente, mostrando ser bastante promissor.

Segundo o vazamento, o modelo alcançou uma pontuação de 8134, sendo a mais alta entre todos os smartphones concorrentes, como o iPhone 12 Pro Max. Porém o interessante é que o teste ainda está sendo realizado com um processador antigo, rodando na arquitetura Cortex-A77, que foi lançado em 2019.

Mesmo com essa arquitetura mais antiga, esse SoC tem poder para vencer com folga até mesmo os Exynos 2100 e o Snapdragon 888, que equiparam os novos Samsung Galaxy S21,  que atingiram uma pontuação máxima de 5400. Comparado com esses chipsets, o Exynos com RDNA 2 consegue apresentar um desempenho até 50% que os processadores topo de linha do Android atualmente.

- Continua após a publicidade -

Esse novo chip da Samsung e da AMD deve ser apresentado no próximo mês de julho, sendo o possível modelo que será equipado nos smartphones da próxima linha Galaxy S22. Com isso, poderemos ter que esperar ainda ao menos seis meses até ver esse novo chipset Exynos em ação.


Créditos: Reprodução / Ice Universe

O interessante é ver se a gigante sul-coreana irá refinar ainda mais esse possível processador, possivelmente dando um salto para a nova arquitetura ARMv9. Além disso, esses seis meses pode ser ótimo para as empresas melhorarem o chipset, que supostamente estariam apresentando uma queda de desempenho por throttling, com uma queda de até 30% de desempenho.

Fonte: Mundo Conectado, Ice Universe
Tags
amd
  • Redator: Willian Ferreira

    Willian Ferreira

    Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.