Créditos: Akamai/Reprodução

Gamers são vítimas de 340% mais ciberataques desde o começo da pandemia

Ataques contra essa classe de usuários foram os que mais cresceram
Por Carlos Felipe Estrella 27/06/2021 11:34 | atualizado 27/06/2021 11:37 Comentários Reportar erro

Os ciberataques contra os gamers subiram mais de 340% desde o começo da pandemia de COVID-19. De acordo com um relatório da empresa de segurança digital, Akamai, os ataques contra essa classe de usuários foram os que mais cresceram no período.

A indústria dos videogames como um todo sofreu mais de 240 milhões de ciberataques de aplicações web no ano de 2020. Uma das principais fontes desse tipo de malware está nos aplicativos para dispositivos móveis com opções internas de compras.

Relatório Completo: O setor de jogos na pandemia (PDF)

O relatório da Akamai destaca as ações criminosas onde os hackers usam kits de phishing para roubar informações dos usuários. Isso inclui dados como endereços de email, senhas, detalhes de login e até informações sobre localização geográfica.

Os jogadores que são alvos desse tipo de ataque geralmente são aqueles que gastam grandes quantidades de dinheiro nos games para dispositivos móveis. Esses dados então são vendidos para outros criminosos em mercados paralelos.

- Continua após a publicidade -


Fonte: Akamai/Reprodução

"Os criminosos são implacáveis, e nós temos os dados para mostrar isso. Nós estamos observando uma persistência notável, com a indústria dos videogames sendo testada numa base diária — e frequentemente horária — pelos criminosos que estão buscando vulnerabilidades através das quais podem invadir servidores e expor informações".
- Steve Ragan, pesquisador de segurança da Akamai

"Os criminosos são implacáveis, e nós temos os dados para mostrar isso. Nós estamos observando uma persistência notável, com a indústria dos videogames sendo testada numa base diária — e frequentemente horária — pelos criminosos que estão buscando vulnerabilidades através das quais podem invadir servidores e expor informações".
- Steve Ragan, pesquisador de segurança da Akamai

O principal vetor de ataques em 2020 foi o SQL Injection (SQLi), que tem como alvos as credenciais de login e informações pessoais dos jogadores. Esse vetor representou 59% de todos os ataques que a Akamai observou na indústria dos games no ano passado.

"A reciclagem e a reutilização de senhas simples fazem com que o stuffing de credenciais sejam um problema constante e uma ferramenta efetiva para criminosos. Um ataque bem-sucedido contra uma conta pode comprometer qualquer outra conta onde a mesma combinação de nome de usuário e senha esteja sendo utilizada. Usar ferramentas como gerenciadores de senha e optar por autenticações de múltiplos fatores onde for possível ajuda a eliminar a reciclagem e fazer com que seja muito mais difícil de pessoas mal-intencionadas executarem ataques bem-sucedidos".
- Steve Ragan, pesquisador de segurança da Akama

"A reciclagem e a reutilização de senhas simples fazem com que o stuffing de credenciais sejam um problema constante e uma ferramenta efetiva para criminosos. Um ataque bem-sucedido contra uma conta pode comprometer qualquer outra conta onde a mesma combinação de nome de usuário e senha esteja sendo utilizada. Usar ferramentas como gerenciadores de senha e optar por autenticações de múltiplos fatores onde for possível ajuda a eliminar a reciclagem e fazer com que seja muito mais difícil de pessoas mal-intencionadas executarem ataques bem-sucedidos".
- Steve Ragan, pesquisador de segurança da Akama

Via: Venture Beat Fonte: PR Newswire
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.