Créditos: Reprodução / Microsoft

Windows 11 disponibilizará Auto HDR e DirectStorage, recursos que otimizarão jogos novos e antigos

Algumas dessas funcionalidades não estarão presentes no Windows 10
Por Guilherme Pinheiro 24/06/2021 19:11 | atualizado 24/06/2021 20:07 Comentários Reportar erro

Antes uma vantagem exclusiva para os donos dos consoles da atual geração da Microsoft, Xbox Series S e X, e do Windows 10 devidamente atualizado, a função Auto HDR estará disponível para aqueles que quiserem jogar no recém-anunciado Windows 11.

O HDR (High Dinamic Range, ou Grande Alcance Dinâmico em uma tradução livre) é uma função dos painéis modernos de televisões e monitores. Quando o software e o hardware suportam essa funcionalidade, os níveis de brilho e contraste dos seus jogos serão aprimorados. Os pontos brilhantes de uma cena serão ampliados, e o contraste entre cores vibrantes e tonalidades mais escuras é destacado.

Foi apresentada uma simulação, com o efeito esperado desta implementação:

(Créditos: tweaktown.com)
 

Foi prometida uma compatibilidade que excede, inicialmente, a marca de mais de 1000 títulos.

- Continua após a publicidade -

A principal limitação dessa tecnologia é a quantidade de brilho que a sua tela pode gerar (variando entre 400 e 1000 nits, em equipamentos intermediários). Algumas televisões de entrada afirmam ser compatíveis com o sinal HDR, mas dependendo do caso isso é só uma "meia verdade".

"Meia verdade" no sentido que, de fato, esses aparelhos podem identificar corretamente o sinal de uma filmagem com o Grande Alcance Dinâmico, porém, em telas de LCD / LED é fundamental possuir a função chamada de "Local Dimming" , que é a responsável por controlar o brilho da imagem em diferentes zonas da sua tela.

Quanto mais avançada for a televisão (ou seja, se tiver "mais zonas" de controle de luminosidade), mais fiel será a reprodução do efeito HDR.

O que acontece é que essa função, o Local Dimming, raramente está presente nos aparelhos mais baratos. E se o seu equipamento não tiver essa característica técnica, apenas interpretar o sinal HDR não será o suficiente para reproduzir com a qualidade desejada - podendo até degradar a imagem em alguns casos.

Já em telas OLED, como os pixels possuem a capacidade de controlar totalmente a luminosidade, elas apresentam o chamado "contraste infinito". Pois os pontos pretos se apagam totalmente, podendo gerar tons claros e escuros, simultaneamente, com mais fidelidade - quando comparado com painéis de LCD que precisam usar outras técnicas para preservar as múltiplas tonalidades de uma imagem.

Sendo assim, simplificando: você só perceberá a vantagem do HDR caso possua uma tela realmente adequada. Para quem possui o hardware compatível, o novo Windows irá oferecer a opção de otimizar os gráficos de um game, mesmo em títulos mais antigos.

- Continua após a publicidade -

Os resultados práticos obtidos com essa melhoria dependem de jogo para jogo. Em alguns casos realmente existem aprimoramentos da qualidade visual, porém, em outros é recomendado desativar. E, ressaltando, será necessário usar a API DirectX 11.

É válido testar pessoalmente essas características, para assim garantir que os resultados obtidos serão realmente desejáveis.

Mudando um pouco de assunto, foi informado que o próximo sistema operacional da gigante da tecnologia irá apresentar um suporte nativo ao aplicativo do Xbox - característica que irá facilitar a integração com o Xbox Cloud Gaming, serviço de streaming que está sendo estruturado há alguns anos.

Confira se seu PC suporta o Windows 11 usando uma nova ferramenta da Microsoft

Confira se seu PC suporta o Windows 11 usando uma nova ferramenta da Microsoft
Sistema será oferecido como um upgrade gratuito para os PCs suportados

Outra novidade anunciada será a compatibilidade do sistema operacional com a tecnologia DirectStorage. Por meio desse avanço, será possível tirar proveito das novas funções presentes nos consoles da atual geração, como a grande capacidade de renderizar cenários virtuais em altíssima velocidade - podendo se beneficiar da Xbox Velocity Architecture.

Quem possuir um SSD NVMe poderá se beneficiar dessa novidade, que busca quebrar os limites de design dos cenários presentes nas gerações passadas - rodando em conjunto com uma placa de vídeo com suporte ao novo DirectX 12 Ultimate, sendo que no PC deverá estar instalado o driver "Standard NVM Express Controller".

Neste caso, as vantagens do DirectStorage não estarão presentes para quem permanecer no Windows 10.

Fonte: tweaktown.com, news.xbox.com
  • Redator: Guilherme Pinheiro

    Guilherme Pinheiro

    Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então. Passou por diversas gerações de consoles, do NES até o PlayStation 5.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.