Créditos: Jordan Harrison

Participação da Intel no mercado de notebooks pode cair para 80%

Apple planeja cortar em 50% os pedidos por CPU Intel para seus macbooks, com sucesso do M1

A DigiTimes fez uma publicação recentemente onde afirma que a Apple planeja cortar 50% dos seus pedidos por processadores da Intel. O que fará com que a participação da Intel no mercado de notebooks x86 sofra uma queda de 10% até o final do ano de 2022. Esse corte ocorreria após o sucesso que o chip próprio da Apple, o M1, vem fazendo em todos os seus devices, principalmente nos macbooks. A ideia da empresa da maçã é de ampliar a base instalada com o seu SoC enquanto diminui a oferta por macbooks com Intel, visando para o futuro ofertar apenas opções com seu próprio chip.

No entanto, espera-se que a Intel perca quase 50% de seus pedidos da Apple em 2021 e acabará não obtendo mais pedidos do cliente. Perdendo a participação de mercado de 10% da Apple e vendo a AMD permanecer firme com outros 10%, a participação da Intel no mercado de notebooks deve cair para menos de 80% em 2023, observaram as fontes. -DigiTimes

Segundo o relatório, essa projeção de 80% do domínio da Intel pode cair mais ainda até o final de 2023, visto o avanço da Apple com o seu chip próprio e também com a evolução da AMD no mercado, Desses 10% de perda previstos para até o final de 2022, 5% devem vir ainda em 2021, enquanto os outrois 5% ficariam para 2022.

O site Wccftech entrou em contato com a Intel e obteve algumas informações:

Conforme compartilhamos nossos ganhos do primeiro trimestre, a demanda por PCs permanece muito forte, e os volumes de CPU de nossos notebooks atingiram uma alta de todos os tempos no primeiro trimestre (até 54% A / A). 2021 está se tornando o maior mercado total de PCs endereçáveis de todos os tempos, e a Intel está bem posicionada no setor. A Intel é a única empresa com a profundidade e amplitude de software, silício e plataformas, embalagem e processo com manufatura em escala da qual os clientes podem contar para suas inovações de próxima geração. À medida que continuamos a impulsionar inovações revolucionárias e elevar o nível do que as pessoas esperam de uma experiência de computação, esperamos continuar mostrando que a tecnologia Intel é sempre certa para clientes que desejam as melhores experiências e mais opções. Isso inclui otimizações que estamos entregando com  processadores Core de 11ª Geração , os melhores processadores do mundo para laptops finos e leves e nossas  plataformas Intel Evo co-projetadas com OEMs para oferecer os melhores notebooks para fazer as coisas. E nossos processadores de PC de próxima geração, de codinome “Alder Lake” e previstos para o segundo semestre deste ano, representam um avanço significativo na arquitetura x86 e no sistema em chip mais escalonável da Intel, combinando núcleos de alto desempenho e núcleos de alta eficiência em um único produto. - Porta-voz da Intel para a Wccftech

- Continua após a publicidade -

Apesar de tudo, a Intel se mostra confiante com a chegada do Alder Lake para notebooks, visto que desta vez trará uma personalização maior para notebooks visando uma melhor eficiência energética ao mesmo tempo que entrega poder de processamento em um dispositivo de menor escala. Teremos que aguardar para ver essa possível jogada da Apple irá impactar a presença da Intel no mercado de notebooks, ainda mais que temos a AMD querendo uma fatia desse mercado e cada vez mais trazendo melhor desempenho aos notebooks.

Razer lança novos notebooks da linha Blade 14 com AMD Ryzen 9 5900HX

Razer lança novos notebooks da linha Blade 14 com AMD Ryzen 9 5900HX
É a primeira vez que a empresa utiliza processadores AMD em seus notebooks

Via: wccftech
Tags
  • Redator: Juliano Aires

    Juliano Aires

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.