Créditos: Eason Lam (Reuters)

Investimento da TSMC em 3nm preocupa investidores do Morgan Stanley

Banco reduz previsão de valores das ações da companhia e abaixa sua avaliação

A TSMC está investindo pesado para se manter na liderança do mercado de fabricação de semicondutores, seja na posição de volume de produção, ou no quesito das tecnologias de ponta. O último investimento de capital da companhia, no entanto, preocupou tanto os investidores do Morgan Stanley que o banco decidiu baixar a avaliação de ações da empresa para neutras, além de diminuir também suas previsões de preços para cada ação.

O Morgan Stanley agora avalia que as ações da TSMC terão um preço de NT$ 580, bem menor dos NT$ 655 que antes eram avaliados para a fabricante. Isso foi impulsionado pelo investimento de US$ 100 bilhões que a TSMC pretende fazer para o desenvolvimento de suas gerações futuras de litografia, mas não é o único motivo.

O que os investidores avaliam, é que apesar do imenso capital investido, o retorno dos investimentos vai ser cada vez menor para a TSMC, com os custos de produção dos 3nm bem elevados, resultando em poucas margens de lucro para a fabricante.

Quem assina o relatório mais recente da avaliação do Morgan Stanley para a TSMC é o analista do banco Zhan Jiahong. O executivo avalia as margens atuais da companhia para prever uma margem de menos de 50% a longo prazo.

No primeiro trimestre de 2021 a TSMC teve uma margem de 52,4%, com sua renda crescendo 16,7% durante o período, mas com o crescimento do custo de produção quase igual, ficando em 15,2%. Mas é importante lembrar também que no início do ano a TSMC vende pouco e gasta muito com produção, porque já começa a preparar estoques para o restante do ano.

- Continua após a publicidade -

Como dito antes, no entanto, as projeções pessimistas do analista vêm principalmente dos custos de produção dos 3nm. O WCCFTech relembra um relatório de pesquisa da IBS de 2019 que estimava que o custo por transistor num grupo de um bilhão cai na fabricação de 3nm, indo de US$ 2,25 para US$ 2,16. Só que os outros custos aumentam, com o wafer de 3nm subindo seu custo final para US$ 15.500, um aumento de US$ 3.000 em relação ao wafer de 5nm. Além disso, o die pode custar US$ 30,45, contra apenas US$ 23,57 na geração passada.

Apesar de projeções pessimistas, a TSMC segue na liderança no mercado de fabricação de semicondutores. Suas ações têm oscilado bastante, mas têm mantido uma média de subida nos últimos seis meses, em 6%.

Fonte: WCCFTech
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.