Larry Page será novo chefe do Google

O co-fundador do Google, Larry Page, vai receber em abril, das mãos de Eric Schmidt o controle da empresa. Page serÁ o novo CEO, enquanto Schmidt continuarÁ como executivo da companhia.


Larry Page, à esquerda, assumirÁ o lugar de Eric Schmidt, à direita, como CEO do Google

O Google anunciou que Schmidt vai se focar em "negócios, parcerias, consumidores e relações amplas de negócios."

A notícia surpresa veio enquanto o Google anunciava seus lucros de US$2,54 bilhões nos últimos três anos, com uma receita de US$ 8,44 bilhões.

Larry Page, de 37 anos, estÁ retomando o posto que havia entregado a Eric Schmidt quando os investidores pediram à empresa um líder mais experiente.

"Em minha opinião, Larry estÁ pronto para liderar e eu estou animado em trabalhar com ele e Sergey [Brin] por ainda muito tempo," Schmidt disse em seu blog.

As mudanças terão validade a partir de 4 de abril. "Nós estamos conversando sobre a melhor maneira para simplificar nossa estrutura de gerenciamento e acelerar a tomada de decisões hÁ muito tempo", disse Schmidt, que ainda adicionou: "Larry vai liderar as estratégias de desenvolvimento de produtos e tecnologias, suas grandes forças... Sergey decidiu dedicar seu tempo e energia em projetos estratégicos, em particular trabalhando em novos produtos. Seu título serÁ co-fundador."

- Continua após a publicidade -

Analistas disseram que Page é agora mais experiente e terÁ mais confiança dos investidores de Wall Street do que ele tinha hÁ 10 anos, mas Bria Pitz, analista da UBS, foi mais cauteloso. "[Wall] Street vai pensar que foi algo negativo, que hÁ provavelmente algum problema. Google estÁ tentando se tornar mais eficiente e tentando colocar um cara da tecnologia no assento para competir com Facebook. Eu não acho que isso mude nada estrategicamente nos rumos da companhia," ele disse.

A notícia surpresa acabou abafando os altos lucros que o Google obteve no último trimestre do ano passado, que foram muito acima das estimativas de especialistas. O lucro de US$ 2,54 bilhões supera em muito os US$ 1,97 bilhões do mesmo período do ano anterior.

Analistas dizem que o Google parece ter fortalecido seu sistema de publicidade on-line na época das vendas do Natal, provocando um crescimento de 26% nas receitas e levando-as a US$ 8,44 bilhões. Após subtrair as comissões que o Google paga a seus parceiros de publicidade, as receitas foram de US$ 6,37 bilhões, cerca de US$ 300 milhões a mais do que os analistas previram.

O analista da Janco Partners, Mike Hickey, disse: "Quando você vê uma mudança de executivo, você hesita porque geralmente hÁ uma ruptura no topo. Obviamente os números estão bons, então hÁ um balanço entre as duas coisas."

As ações do Google cresceram em torno de 2% e chegaram a US$ 639. A empresa tem agora um valor de mercado em torno de US$ 200 bilhões e tornou seus co-fundadores e Eric Schmidt bilionÁrios.

Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.