Créditos: From Software

Elden Ring permitirá invocar inimigos derrotados como aliados

Hidetaka Miyazaki revelou que Elden Ring é o maior jogo criado pela empresa e terá seis grandes áreas, repletas de cavernas, túneis e segredos para serem descobertos

A From Software anunciou durante o Summer Game Fest 2021, o aguardado trailer de Elden Ring com gameplay e data lançamento, estipulada para 21 de janeiro de 2022. Hoje, dia 14, o diretor Hidetaka Miyazaki revelou em entrevista para a IGN e Famitsu, diversas novas informações sobre o jogo.

Segundo o diretor, Elden Ring terá seis grandes áreas conectadas por um hub. Nem todas elas poderão ser acessadas imediatamente, entretanto o jogador terá a liberdade para explorar o mapa como quiser. Cada área possuirá uma dungeon principal, com diversas dungeons menores, fortes, tuneis, cavernas e catacumbas interconectando as regiões.

O elementos de multiplayer do jogo permanecem similares aos encontrados em Dark Souls e Bloodborne. A grande novidade é que dessa vez: o jogador poderá invocar inimigos derrotados como aliados. Ferramenta que segundo Miyazaki será necessária: "Dessa vez você estará lutando por um tempo maior do que antes", comentou o diretor.

Em Elden Ring, cada um dos chefes principais absorveu um fragmento do poder amaldiçoado do Elden Ring quando ele foi quebrado. "Queríamos construir criaturas que não fossem apenas monstros horríveis, mas que possuíssem elementos de heroísmo e também de mitologia para eles", comentou Miyazaki.

- Continua após a publicidade -

A história do jogo foi desenvolvida em conjunto com George R.R Martin, escritor dos livros As crônicas de Gelo e Fogo, que ficou responsável por incluir os elementos da mitologia medieval no enredo do jogo.

O game também inclui um sistema de fast travel para facilitar a navegação pelo mapa, apesar do diretor desejar que os jogadores tomem seu tempo para desvendar os inúmeros segredos do jogo. Além disso, teremos a companhia de um cavalo, capaz de dar um salto duplo, auxiliando na exploração do mapa. 


(Créditos: From Software)

Em Elden Ring, abandonamos o visual fixo de Sekiro: Shadows Die Twice, e retornamos ao personagem completamente customizável. Além disso, o diretor afirma que serão cerca de 100 (ou mais) weapon arts que podem ser equipadas, um elemento similar ao já presente em Dark Souls 3. Entretanto, alguns elementos de stealth de Sekiro não foram esquecidos.

- Continua após a publicidade -

Ainda será possível se esgueirar até encontrar posições favoráveis para o combate, ou mudar a estratégia e buscar outra forma de encarar o inimigo. Elden Ring estará disponível para PC, Playstation 5, Xbox Series X|S, PS4 e Xbox One.

Fonte: Engadget, IGN
Tags
  • Redator: Luiz Schmidt

    Luiz Schmidt

    Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.