Créditos: EA

Hackers roubam o código fonte de FIFA 21 e engine de Battlefield 2042 da EA

Quebra de segurança resultou em mais de 780GB de dados de desenvolvimento interno roubados, incluindo a Frostbite engine
Por Luiz Schmidt 10/06/2021 16:02 | atualizado 10/06/2021 16:03 Comentários Reportar erro

A Eletronic Arts (EA), foi vítima de uma grande quebra de segurança, que resultou na perda de mais de 780GB de dados de desenvolvimento interno e ferramentas. Os hackers roubaram o código fonte de FIFA 21, incluindo os códigos do servidor de matchmaking, além do código fonte e as ferramentas do Frostbite engine, responsável por jogos como o novo Battlefield 2042.

As informações foram divulgadas pelo Motherboard. Segundo o site, os hackers divulgaram em diversos fóruns na internet que usuários "Teriam a capacidade total para trapacear em todos os serviços da EA". A EA confirmou o roubo e comenta que além das código fonte, kits de desenvolvimento também foram roubados.

EA afirma que não tem razão para acreditar que a privacidade dos jogadores foi colocada em risco

EA informou à Motherboard, que a empresa está investigando a recente intrusão. "Nenhum dado de jogador foi acessado, e não temos nenhuma razão para acreditar que a privacidade dos jogadores foi colocada em risco. Após o incidente, já implementamos melhorias na segurança e não esperamos qualquer impacto nos nossos jogos ou companhia. Estamos trabalhando com os órgãos de justiça para concluir a investigação criminal".


(Créditos: EA/Getty Images)

- Continua após a publicidade -

Junto com os posts nos fóruns, o grupo que hackeou a EA compartilharam algumas fotos, para tentar demonstrar que realmente possuem acesso aos dados da EA, mas até o momento não distribuirão nenhuma informação, pelo contrário, eles até o momento estão tentando vender a informação. Até o momento, nenhum site de notícias divulgou as imagens que estariam circulando nos fóruns, ou se os dados foram vendidos à alguém.

Arquivos roubados da CD Projekt Red já teriam sido vendidos por hackers

Arquivos roubados da CD Projekt Red já teriam sido vendidos por hackers
Informações confidenciais teriam sido leiloadas em sites da deep web

A EA não é  a única empresa vítima de hackers, recentemente a CD Projekt Red foi hackeada e teve seus dados vendidos. As informações são de que esses dados confidenciais foram leiloados em sites da deep web. Um comprador teria feito um lance e pedido pelo fim do leilão. Segundo a conta do twitter vx-underground, com foco em cibersegurança, o leilão teria sido de fato encerrado.

Fonte: PC Gamer, Vice
Tags
  • Redator: Luiz Schmidt

    Luiz Schmidt

    Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.