Créditos: Reprodução/wccftech

Vendas de placas de vídeo aumentam 39% no primeiro trimestre de 2021

NVIDIA segue líder no setor, disputando com a AMD. Intel não ocupa 1% das vendas

O mais recente relatório de vendas de GPUs, feito pelo site Jon Peddie Research, mostrou um crescimento de 38,4% no primeiro trimestre de 2021, em relação ao mesmo período de 2020. Segundo os dados divulgados, foram vendidas um total de 119 milhões de unidades no início deste ano. 

Jon Peddie Research - Site oficial

O mercado de hardwares sofreu com a escassez da indústria em 2020, aliado com a crescente demanda por novos equipamentos. Com as pessoas trabalhando em casa, a necessidade de trocar equipamentos foi ainda mais latente, algo que colaborou para o aumento de vendas. No entanto, a pandemia também afetou a fabricação, deixando os preços mais altos e o envio limitado.

"Devido à pressa em tentar equipar crianças em idade escolar com Chromebooks, combinado com as regras de trabalho em casa devido à pandemia de COVID-19, as remessas de notebooks ultrapassaram 89 milhões de unidades no trimestre - um recorde histórico. Além disso, o crescimento anual de notebooks foi de 49%, o maior crescimento de um ano já registrado - isso apesar das interrupções na cadeia de suprimentos. A previsão para o 2º trimestre de 21 é mais modesta, ~ 4%, mas ainda maior do que a média. Esperamos que os Chromebooks diminuam em 2021 devido às limitações do orçamento escolar."
- Publicação Jon Peddie Research

"Devido à pressa em tentar equipar crianças em idade escolar com Chromebooks, combinado com as regras de trabalho em casa devido à pandemia de COVID-19, as remessas de notebooks ultrapassaram 89 milhões de unidades no trimestre - um recorde histórico. Além disso, o crescimento anual de notebooks foi de 49%, o maior crescimento de um ano já registrado - isso apesar das interrupções na cadeia de suprimentos. A previsão para o 2º trimestre de 21 é mais modesta, ~ 4%, mas ainda maior do que a média. Esperamos que os Chromebooks diminuam em 2021 devido às limitações do orçamento escolar."
- Publicação Jon Peddie Research

O relatório afirma que, comparado com o mesmo período de 2020, as vendas tiveram um crescimento de praticamente 39%. A taxa média de crescimento se mantém em 2,87% e a previsão é de que até 2025 3,33 bilhões de unidades sejam entregues. Apesar das GPUs integradas dominarem o mercado, as unidades gráficas dedicadas devem atingir participação de 26% do mercado nos próximos cinco anos. 

- Continua após a publicidade -

Em relação ao último trimestre, as placas de vídeo dedicadas aumentaram 7%. Isso também é atribuído ao aumento de pessoas interessadas em mineração de criptomoedas e com a necessidade de encontrar alternativas para um entretenimento caseiro, investindo em melhorias em PCs gamers. É esperado que essa porcentagem continue aumentando nos próximos trimestres.

As empresas que detêm o mercado seguem sendo a AMD e NVIDIA. Enquanto a empresa liderada por Lisa Su ocupou 19% do mercado no primeiro trimestre de 2021 - recuperação de 1% comparado ao último trimestre de 2020 -, a dona da marca GeForce segue líder, com 81% de participação. A Intel não chega a 1% de participação. 

Apesar da Intel ter anunciado seus primeiros notebooks Tiger Lake-H com suas próprias GPUs Iris Xe, a participação no mercado ainda é muito baixa, sem chegar a 1% de participação. A NVIDIA segue dominando grande parte, disputando com a AMD maior espaço trimestre a trimestre. O esperado é que os próximos trimestres sigam com crescimento de vendas.

Via: WCCFTech, Guru3D Fonte: JPR
Tags
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.