Um quarto dos Worms foi feito para ser distribuído por USB

O PandaLabs, Laboratório anti-malware da Panda Security, divulgou em seu relatório anual que em 2010, 25% dos novos worms foram projetados especificamente para se espalharem através de dispositivos USB conectados a computadores. Esse tipo de ameaça pode se copiar para qualquer dispositivo de armazenamento (celulares, HD externos, DVD´s, memórias flash, tocadores de MP3/4, etc).

De acordo com a pesquisa feita em 10.470 empresas em 20 países, esta técnica de distribuição é altamente eficaz. Cerca de 48% das pequenas e medias empresas (com até 1000 computadores) admitem que houve infecção por algum tipo de malware no ano passado. Dessas, 27% confirmaram que a origem da infecção foi um dispositivo USB conectado a um computador.

"A maioria dos malwares em circulação foram projetados para se espalhar através deste dispositivo. Eles não só fazem cópia de si mesmos como são executados automaticamente quando o USB é conectado ao computador, infectando o sistema sem que o usuÁrio perceba. Por isso, temos visto muitas infecções este ano", afirmou Ricardo Bachert, diretor geral de consumo da Panda Security Brasil.

Até agora, este tipo de infecção ainda é ultrapassada pela disseminação por e-mail, mas é uma tendência crescente. "HÁ muitos dispositivos que podem ser conectados a um computador. É óbvio que isto é conveniente para o usuÁrio, mas todos estes dispositivos tem memória inter ou  externa, e com isso pode ser infectado sem o seu conhecimento", acrescentou Bachert.

Como funciona?
O Windows utiliza o arquivos de Autorun.inf nestes dispositivos para saber que medidas tomar, sempre que estão conectados a um computador. Este arquivo, que esta no diretório principal do dispositivo, oferece a opção para ser executado automaticamente como parte do conteúdo do dispositivo. Este recurso estÁ sendo usado por cybercriminosos para propagar vírus através da modificação do Autorun.inf com comandos armazenados na  unidade USB, infectando o computador quando ele é ligado a um dispositivo USB.

Assuntos
Tags
  • Redator: Gian Kojikovski

    Gian Kojikovski

    Peixe fora d'água, Gian Kojikovski demorou em entrar no mundo da tecnologia. Ganhou seu primeiro computador aos 11 anos mas só foi descobrir como usá-lo aos 13. Desde então, gastou tardes e madrugadas entre os clássicos The Sims e GTA II. É estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina e tem interesse em pesquisas na área de smartphones.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.