Créditos: AMD/Reprodução

CPUs AMD Milan-X para datacenters vão trazer tecnologia X3D para empilhar dies

Nova tecnologia deve trazer até 10 vezes a densidade de largura de banda

Os processadores AMD Milan-X de nova geração para datacenters deverão trazer a tecnologia X3D, que permite empilhar os dies e entregar uma maior densidade de transistores. Segundo as promessas da AMD, a nova tecnologia vai oferecer uma densidade de largura de banda até 10 vezes maior.

A informação foi divulgada pelo engenheiro Patrick Schur em sua conta no Twitter, onde ele costuma divulgar informações não oficiais sobre hardware com bastante precisão. Ainda assim, como tudo que é revelado antes da própria empresa confirmar, sempre está sujeito a mudanças, adiamentos e até cancelamentos.

De acordo com ele, a AMD está trabalhando numa nova CPU através do codinome Milan-X. Esse vazamento foi corroborado pelo ExecutiveFix, que ainda diz que essa nova geração vai trazer o die Genesis-IO — o codinome da arquitetura Zen 3 utilizada nos Epyc de atual geração.

A princípio, essa tecnologia não será implementada dos processadores Ryzen para consumidores domésticos. Ao invés disso, faz parte da estratégia da AMD para encarar seus competidores no mercado de datacenters.

- Continua após a publicidade -

A empresa apresentou um diagrama simplificado dessa tecnologia durante o seu Financial Analyst Day 2020. Ele mostra que a arquitetura une quatro blocos de computação num padrão de 2 x 2, com uma memória empilhada cercando o chip.

Como esse estilo de design combina as tecnologias de stacking Hybrid 2.5 e 3D, e por isso ficou conhecido como X3D. Desde o anúncio do HBM 2.5D, a AMD está utilizando designs multi-chip module (MCM) nos seus processadores.

A expectativa é de que esse mesmo estilo de projeto possa ser aplicado em futuras GPUs da AMD, que também podem adotar o design baseado em chiplets. A tecnologia já foi usada em arquiteturas de CPU Zen para séries recentes das linhas Ryzen, Threadripper e Epyc.

Os processadores Milan-X deverão ser baseados numa microarquitetura bem similar à do processador Epyc 7003. A empresa deverá manter a mesma quantidade de threads e núcleos das gerações anteriores.

Via: Tweak Town, Tom's Hardware
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.