Créditos: Divulgação: AMD

Enfim a AMD apresenta sua resposta ao DLSS, o AMD FidelityFX Super Resolution

Foco é ganho de performance em múltiplos hardwares, até nos modelos GeForce

Enfim a AMD apresentou sua resposta à tecnologia da Nvidia, o Deep Learning SuperSampling (DLSS). A empresa mostrou o FidelityFX Super Resolution (FSR) em sua apresentação na Computex 2021, junto com outros lançamentos como novas APUs e placas de vídeo para notebooks.

O FidelityFX Super Resolution vai usar a biblioteca de melhorias gráficas do FidelityFX e técnicas avançadas de upscaling para melhorar a performance dos games, buscando renderizar em uma resolução menor e depois ampliar a imagem para a resolução final. Em média isso irá aumentar a performance em 2x, quando rodando games em resolução 4K.

A AMD vai seguir uma estratégia semelhante a da Nvidia, liberando múltiplos modos de qualidade. Assim o jogador pode encontrar o balanço entre ganho de desempenho e qualidade final da imagem. Indo do modo de menor performance para máximo de qualidade para o oposto, o de maior performance mas menor qualidade, teremos os modos: ultra qualidade, qualidade, balanceado e performance.

- Continua após a publicidade -

Infelizmente durante a apresentação a AMD não detalhou como a tecnologia irá operar. Segundo a empresa, já há mais de 10 estúdios e motores gráficos com suporte ao recursos ainda nesse ano, e mais de 100 processadores e placas de vídeo serão capazes de usar a tecnologia.

O FidelityFX Super Resolution é uma tecnologia aberta, pertencente ao AMD GPU Open, uma iniciativa de disponibilizar softwares e soluções de forma opensource. E durante a apresentação a AMD deixou isso bem claro essa abertura mostrando o ganho de performance de uma GeForce GTX 1060, um modelo da empresa rival Nvidia. Essa escolha também mostra uma "cutucada" do time Radeon, já que a tecnologia do DLSS está restrito a placas da linha GeForce RTX, pois para funcionar depende de estruturas especializadas, os núcleos tensores, que as GeForce GTX não possuem. Essa abertura também significa que há potencial para vermos essa tecnologia em outras plataformas, como nos consoles, por exemplo.

A AMD irá disponibilizar a tecnologia no dia 22 de junho, e até lá os usuários podem enviar sua "lista de desejos" de games que querem ver com o recurso adicionado. Para isso basta acessar esse link aqui.

- Continua após a publicidade -

Como acontece com o DLSS da Nvidia, aqui há um importante balanço entre o ganho de performance e a qualidade gráfica que será preservada. O DLSS começou com alguns problemas até a Nvidia aperfeiçoar o recurso em sua versão mais recente. Infelizmente a AMD não mostrou comparativos mais detalhados, então vamos ter que esperar por mais novidades para ver como o recurso vai se sair.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.