Quedas de energia atrapalham atividades dos campuseiros

A palestra sobre os planos de fotografar o céu para compor um concurso de astrofotografia, ironicamente, foi interrompida por uma forte chuva com altos trovões e, muito pior do que isso, uma queda de energia que deixou toda a Campus Party no escuro por volta das 17:45h.

Em um evento desse porte, um imprevisto como esse causa as mais diversas reações. Revoltados, uma multidão de campuseiros cercou a central da rede do evento, da Telefônica (o único local iluminado do Centro de Exposições Imigrantes) entoando gritos de "NET Combo!" e "GVT! GVT!".

Mas o mau humor não derrubou os campuseiros. Não demorou muito para que os participantes organizassem uma procissão "rezando" para que a energia elétrica retornasse ao pavilhão. E não só isso, a Internet de 10 Gbps, grande trunfo do evento, também ficou indisponível. Como protesto, vÁrias pessoas começaram a circular exibindo seus notebooks com mensagens como "Vendo Monza 86 em bom estado, aceito 3G" e sugerindo twittar a tag #cpbr4fail.


Na escuridão, os notebooks com piadinhas e protestos se destacavam

- Continua após a publicidade -

Por volta das 19h, a energia elétrica voltou ao local. O problema ocorreu por causa de uma falha da Eletropaulo, que fornece energia para o Centro de Exposições. Não havia geradores o suficiente, e os que haviam, davam conta apenas da infraestrutura da rede, iluminando a central da Telefônica, bem no meio do pavilhão.

Essa, aliÁs, não foi a primeira queda de energia do evento. Na madrugada, os campuseiros também ficaram sem luz e Internet durante mais de uma hora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.