Créditos: Girl Gamer Challange/BBL

Torneio GIRLGAMER Challenge chega ao Brasil com prêmios de 5 mil dólares para equipes vencedoras

Evento de e-sports feminino terá competições de League of Legends e Valorant
Por Luiz Schmidt 25/05/2021 17:05 | atualizado 01/06/2021 15:41 Comentários Reportar erro

[Notícia Atualizada 01/06/2021] - Mudança no número de jogadoras por equipe

O grupo especializado em games e esportes eletrônicos, BBL,  está promovendo o evento GIRLGAMER Challenge LATAM. A edição latino-americana é exclusiva para o público feminino e terá competições nas modalidades Valorant e League of Legends com prêmios de US$ 5 mil às equipes vencedoras de cada torneio. As inscrições para o evento iniciam nesta terça-feira, dia 25 e vão até o dia 03 de junho.

Participe do GIRLGAMER Challange

O evento promove o ingresso das mulheres no cenário competitivo. Além disso, também estimula a participação das mulheres em todo o ecossistema gamer. O GIRLGAMER Challenge LATAM terá 100% da sua operação conduzida por mulheres. "O nosso propósito é estimular a participação das mulheres em todo o ecossistema que envolve a indústria gamer, da operação ao competitivo", destaca a cplaboradora envolvida no projeto, Isabella Scorza.

O evento conta com a presença de embaixadores digitais, promovendo e gerando engajamento. Serão sete dias de torneio, e uma programação com trilhas sonoras de artistas femininas, além da interação com o público por meio do envio de fotos e mensagens.

- Continua após a publicidade -

Interessadas devem através do site oficial do Girl Gamer Challenge. Para participar do torneio as equipes femininas devem formar grupos de cinco jogadoras e uma coach. Caso a equipe não possua coach, será permitido a formação de equipes com seis jogadoras. As inscrições para o GIRLGAMER Challenge LATAM são gratuitas e limitadas. A fase classificatória começa no dia 05 de junho. Na próxima etapa, os oito melhores times se enfrentam para disputar vagas nas semifinais e finais, que acontecem nos dias 19 e 20 de junho, com transmissão ao vivo.


(Créditos: Girlgamer Challenge)

Está é a segunda vez que a BBL realiza uma competição do GIRLGAMER. Após São Paulo ter sido a primeira região na América Latina a receber uma etapa do circuito mundial do GIRLGAMER Esports Festival, cujas etapas classificatórias percorreram países como Austrália, Coreia do Sul e Espanha, o GIRLGAMER Challenge, a nova competição da marca, será disputada de forma totalmente online e cada etapa regional terá sua própria final, aumentando o destaque dos atletas que participam do evento. Por se tratar de um evento inclusivo, as inscrições estão abertas para todas, incluindo mulheres pertencentes ao público LGBTQIA+. Demais detalhes estão disponíveis na página da competição.

Segundo estudo nacional realizado pelos grupos Sioux Group, Go Gamers, Blend e ESPM, 51,5% dos gamers no Brasil são mulheres. A pesquisa indica que 62,2% estão no mobile, 38,1% no console. e 40,4% jogam em computadores ou notebooks. A BBL acredita que eventos como o GIRLGAMER Challenge LATAM, são uma oportunidade de impulsionar times profissionais, investir na formação de atletas, além de promover a inclusão de mulheres nos eSports.

- Continua após a publicidade -

*Notícia publicada segundo informações da assessoria de imprensa da BBL

  • Redator: Luiz Schmidt

    Luiz Schmidt

    Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.