Stuxnet foi criado por Estados Unidos e Israel

Segundo informações do jornal The New York Times, o vírus Stuxnet, que foi lançado contra usinas nucleares no Irã, foi criado pelas agências de inteligência de Israel e dos Estados Unidos. Ainda de acordo com o jornal, o objetivo do vírus, de causar danos nas centrífugas de enriquecimento de urânio e atrasar o programa nuclear iraniano, foi atingido. Caso você não lembre o que é o Stuxnet, pode acessar nosso artigo que explica do que o vírus realmente é capaz.

O Stuxnet sabotou as centrífugas de urânio atacando os controles lógicos da Siemens, que era quem fornecia esses controles. Mesmo sem querer, a própria empresa ajudou na criação do vírus quando compartilhou alguns dados de vulnerabilidade dos softwares que produzia em um programa do governo dos Estados Unidos para aumentar a segurança de sistemas industriais. Embora o governo Iraniano negue, acredita-se que o ataque atarsou em pelo menos cinco anos o trabalho de produção de usinas de energia nuclar.

Assuntos
Tags
  • Redator: Gian Kojikovski

    Gian Kojikovski

    Peixe fora d'água, Gian Kojikovski demorou em entrar no mundo da tecnologia. Ganhou seu primeiro computador aos 11 anos mas só foi descobrir como usá-lo aos 13. Desde então, gastou tardes e madrugadas entre os clássicos The Sims e GTA II. É estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina e tem interesse em pesquisas na área de smartphones.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.