Créditos: Seagate

Seagate cria HD mais rápido do mundo que pode competir com alguns SSDs

HD de 14TB da empresa atinge 524MB/s de transferência de dados

A Seagate acaba de revelar um HD de 14TB, que promete ser o HD mais rápido do mundo. O Seagate Mach.2 Exos 2X14 atinge velocidades de transferência de dados de 524MB/s, valores próximos aos de SSDs SATA que atingem cerca de 550MB/s.

É importante ressaltar, que modelos de conexão SATA não são nem de perto os mais rápidos do mercado, e que o protocolo NVMe é o que está em alta hoje em dia. Portanto, o HD Mach.2Exos 2X14 é um modelo interessante, mas que não supera os modelos de SSDs mais rápidos, além de não atingir a performance de leitura/gravação de SSDs modernos. 

Saiba tudo sobre SSDs

Mesmo assim, a tecnologia criada pela Seagate é altamente eficiente. O HD é pensado para servidores em cloud, e não será possível conectá-lo à maioria dos PC gamers, já que ele necessita de uma interface SAS 12Gbps, ao invés do SATA 6Gbps, modelo padrão encontrado na maior parte das placas-mãe vendidas no mercado. A empresa confirmou que, por enquanto, não será possível comprar o HD no mercado.

Como a Seagate construiu um HD tão rápido? Segundo documento oficial do Mach.2 Ecos 2X14, publicado pela Seagate, o HD possui drive com tecnologia Mach2 de dois atuadores, capazes de operar independentemente. Essencialmente, temos dois HDs de 7TB fechados em um chassi de 3.5 polegadas, equipados com um cache multisegmentado de 256MB e 7200RPM (rotações por minuto).

- Continua após a publicidade -


(Créditos: Seagate)

Porém, toda essa potência tem um elevado custo energético. O Mach.2Exos 2X14 consome 7.2W em modo de espera e até 13.5W em altas cargas de trabalho. O porta-voz da empresa afirma que o HD terá suporte ao PowerBalance, que reduz o consumo de energia para 12W, com diminuição da performance.

Jeff Fochtman, vice presidente de marketing e negócios da Seagate, comenta aumentaram as capacidades para suprir a demanda dos consumidores, a tecnologia de duplo atuadores Mach.2 garante a performance necessária. "Apensar do Mach.2 estar sendo utilizado agora, a tecnologia ainda está em fase de desenvolvimento. Quando atingirmos capacidades de 30TB, a funcionalidade se tornará padrão na grande maioria dos data centers".

Via: PC Gamer Fonte: Toms Hardware
Assuntos
Tags
  • Redator: Luiz Schmidt

    Luiz Schmidt

    Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.