Créditos: Coin Central

Ethereum deve operar em Proof of Stake em breve, reduzindo o consumo de energia

A implementação do novo método de validação para Ethereum deve reduzir em 99.95% o consumo de energia
Por Diego Amorim 20/05/2021 10:00 | atualizado 20/05/2021 10:44 Comentários Reportar erro

O Blog da Ethereum compartilhou na última terça-feira (18) um artigo divulgando que a criptomoeda deve fazer a transição para operações de seu blockchain operarem via Proof of Stake, e não Proof of Work. O novo método deve reduzir drasticamente o consumo de energia assim como a necessidade de mineradores com hardware muito potentes.

Não é novidade que o desenvolvimento de PoS (Proof of Stake) já estava sendo realizado em Etherium há algum tempo (recebe o nome de The Merge), no entanto, parece que a transição finalmente está perto de ser efetivada. O novo método conta com características distintas do atual Proof of Work e deve resultar não só na redução do consumo de energia mas também na quebra da necessidade de investir em sistemas com muito desempenho para participar da blockchain, além de favorecer a descentralização da criptomoeda.


Estimativa do consumo de energia do blockchain de Ethereum em PoW e PoW (Imagem: Blog Ethereum)

Atualmente a Ethereum usa o processo de Proof of Work, em que cada minerador usa o poder de computação do seu sistema para resolver os blocos. Dessa forma, basicamente, todos os dispositivos realizam os mesmos cálculos e aquele que resolvê-los primeiro recebe a recompensa em criptomoedas. Isso favorece as pessoas que possuem os sistemas mais potentes e acaba desperdiçando muita energia, pois apenas um desses sistemas vai efetivamente resolver o bloco enquanto todos os outros também estavam consumindo energia.

Como mais poder em hash rate equivalem a melhores recompensas, algumas pessoas também investem coletivamente em uma mining pool e as recompensa são divididas entre os participantes, o que traz um grande risco para o objetivo da descentralização desse tipo de moeda.

- Continua após a publicidade -

O Proof of Stake chega para tentar resolver esses problemas, já que ao invés de oferecer os mesmos blocos para todos os sistemas, o PoS elege mais ou menos aleatoriamente um dos validadores para resolver a operação. Digo mais ou menos aleatoriamente pois o validador precisa depositar uma quantidade de criptomoedas na rede para garantir sua participação, e quanto maior o depósito, maiores as chances de seu sistema ser eleito para resolver o próximo bloco.


Consumo relativo por transação em PoW e PoS (Imagem: Blog Ethereum)

Foi estimado que a transição para Proof of Stake em Ethereum pode reduzir o consumo de enrgia em cerca de 99.95%, reduzindo drasticamente a pegada de carbono da sua manutenção. Além disso, como o PoS não premia participantes com os sistemas mais poderosos, a mudança pode significar uma drástica redução na demanda de mineradores por placas de vídeo.

Se você quiser entender mais detalhadamente as mudanças entre Proof of Work e Proof of Stake, veja esse vídeo publicado em 2018 pelo canal Simply Explained do Youtube:

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: TechPowerUp Fonte: Blog Ethereum
Assuntos
  • Redator: Diego Amorim

    Diego Amorim

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.