Créditos: Fensterblick./Wikimedia Commons - Reprodução

AMD revisa acordo e GlobalFoundries não tem mais exclusividade para 12 e 14nm

Fábrica agora terá que destinar uma alocação mínima da sua capacidade anual para a empresa
Por Carlos Felipe Estrella 16/05/2021 21:25 | atualizado 17/05/2021 10:55 Comentários Reportar erro

A AMD revisou o seu contrato com a fábrica GlobalFoundries e agora não há mais uma cláusula de exclusividade entre as duas entidades — especificamente para as litografias de 12 nm e 14 nm. Apesar disso, ainda ficou acordado que a fábrica terá que destinar uma alocação mínima de sua capacidade anual para a fabricante de processadores e GPUs, ao menos entre 2022 e 2024.

As duas entidades também entraram num acordo para novos volumes de compras e para o preço por wafer. Ficou decidido que a AMD vai fazer um pré-pagamento para a Global Foundries para os produtos adquiridos entre 2022 e 2024, mas nem todo valor será cobrado de uma só vez.

A AMD também vai compensar a GlobalFoundries por qualquer redução nos pedidos, em comparação com o que foi acordado anteriormente. Isso significa que a fabricante norte-americana terá que pagar uma parte da diferença entre o valor-alvo da compra e o pré-pagamento — caso ela não encomende uma quantidade pré-determinada de chips.

Não se sabe qual é o valor definido para ativar essa cláusula específica, mas o que foi anunciado é que a AMD vai comprar cerca um valor de US$ 1,6 bilhões em wafers da GlobalFoundries entre 2022 e 2024.  Com esse acordo, a fabricante das GPUs Radeon consegue garantir que vai ter uma maior diversidade de fornecedores para os seus produtos mais maduros.


Fonte: AMD/Divulgação

- Continua após a publicidade -

Ao mesmo tempo, a companhia ainda conseguiu firmar uma certeza de que terá acesso a uma parte considerável da capacidade da fábrica. Isso tem grande importância numa época onde é comum haver escassez de produtos por causa de dificuldades na fabricação.

"Especificamente, a GlobalFoundries aceitou a alocação de capacidade anual mínima para a Companhia [AMD] para os anos 2022, 2023 e 2024. A sétima emenda do Contrato também remove todos os compromissos anteriores de exclusividade e oferece para a Companhia a flexibilidade total para contratar qualquer fábrica de wafers com respeito a todos os produtos fabricados com qualquer litografia".
- Emenda do Contrato entre AMD e GlobalFoundries

"Especificamente, a GlobalFoundries aceitou a alocação de capacidade anual mínima para a Companhia [AMD] para os anos 2022, 2023 e 2024. A sétima emenda do Contrato também remove todos os compromissos anteriores de exclusividade e oferece para a Companhia a flexibilidade total para contratar qualquer fábrica de wafers com respeito a todos os produtos fabricados com qualquer litografia".
- Emenda do Contrato entre AMD e GlobalFoundries

Via: WCCF Tech Fonte: Securities and Exchange Comission
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.