Créditos: Corsair/Reprodução

Intel busca aumentar suporte a conector ATX de 10 pinos com CPUs Alder Lake

Empresa estaria fazendo lobby por adoção do padrão, mas enfrenta dificuldades para obter apoio
Por Carlos Felipe Estrella 14/05/2021 16:24 | atualizado 16/05/2021 20:55 Comentários Reportar erro

A Intel estaria tentando aumentar o suporte ao conector ATX de 10 pinos para alimentação de placas-mãe, com o objetivo de torná-lo um padrão no futuro. Executivos da empresa detalharam em documentos vazados que deverão tentar um lobby para a adoção do padrão ATX12VO.

O problema, como mostra o site Videocardz, é que a maioria das fabricantes parceiras de placas-mãe não estariam muito dispostas a implementar a tecnologia. A mesma resistência teria sido encontrada entre fabricantes de fontes de alimentação, que não veem muitos benefícios na sua implementação.

O padrão ATX12VO busca aumentar a eficiência energética das fontes de computadores desktop. Testes independentes indicam que esse conector pode reduzir o consumo de energia pela metade, especialmente quando o sistema está ocioso.

Esse cabo exige que a placa-mãe utilize um novo conector de 10 pinos, e também pede que esse cabo esteja presente na fonte de alimentação. Só, para suportar esse padrão, a fonte não pode ter qualquer trilho de alimentação que não seja de 12 V.

Fonte: Videocardz/Reprodução

- Continua após a publicidade -

Isso significa que tensões maiores ou menores do que 12 V terão que ser convertidas pela placa-mãe — algo que hoje é feito pela PSU. Com isso, há a exigência de que as placas-mãe sejam mais complexas e, consequentemente, mais caras.

Segundo os documentos da Intel, os fabricantes de fontes precisarão de cerca de quatro meses para terem um processo de fabricação em grande volume pronto. Já as empresas de placas-mãe precisam de entre quatro e cinco meses para preparar os seus produtos.


Fonte: Videocardz/Reprodução

Ou seja, a empresa especializada em processadores precisará estar em contato com as OEMs (Fabricantes Originais do Equipamento) e ODMs (Fabricantes Originais do Design) até o fim de maio de 2021. Isso considerando que esses produtos precisarão estar prontos até o mês de setembro, que deverá representar a chegada dos processadores Intel Core de 12ª geração (Alder Lake) ao mercado.

A expectativa é de que a maioria das placas-mãe topo de linha do mercado não deverão trazer o padrão ATX12VO. Apesar disso, espera-se que haja uma certa adoção do cabo em modelos de entrada e em sistemas pré-montados. Isso porque eles precisam atender a legislações rígidas em certos países.

Via: Tom's Hardware, Neowin Fonte: Videocardz
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.