Créditos: Universidade Cornell/Reprodução

Mod de GTA V usa IA para atingir gráficos fotorrealistas de próxima geração

Técnica inovadora mostra como deverão ser os games no futuro
Por Carlos Felipe Estrella 13/05/2021 15:42 | atualizado 13/05/2021 15:44 Comentários Reportar erro

O mod Enhancing Photorrealism Enhancemnt promete trazer gráficos fotorrealistas de próxima geração para Grand Theft Auto V, num nível nunca antes visto. A técnica inovadora utilizada por essa modificação faz uso de inteligência artificial (IA) de um modo que deverá se tornar padrão para os jogos no futuro.

O principal ponto negativo é que você ainda não pode baixar esse mod, pois ele é resultado de uma pesquisa científica da Universidade Cornell, dos Estados Unidos. A equipe composta pelos cientistas Stephan Richter, Hassan Abu AlHaija e Vladlen Koltun desenvolveu uma técnica que permite a adoção de cores mais naturais, reflexos melhorados e uma textura mais natural para as rodoviais.

O conceito é utilizar vídeos capturados em cidades reais para guiar os algoritmos em questão, algo que não é necessariamente novo. A diferença é que alguns dos métodos antigos costumavam produzir uma quantidade excessiva de artefatos, enquanto outros eram lentos demais para serem usados em tempo real.

Isso resultava numa diferença muito grande entre o recurso usado para treinar a IA e o resultado verificado dentro do jogo. Com o novo método, é possível pegar partes similares das imagens para oferecer pontos de referência melhores para o algoritmo de machine learning trabalhar.

- Continua após a publicidade -

Com isso, dá para usar o mesmo processamento para pessoas e carros similares, o que mantém as taxas de quadro relativamente altas. Ainda assim, o procedimento é limitado pela disponibilidade das amostrar.

No momento, por exemplo, só é possível melhorar as cenas externas, mas não tem como otimizar os ambientes internos do mesmo modo. Isso porque seriam necessárias muito mais filmagens para essa otimização.

Para completar, esse método ainda demanda um desempenho muito alto em seu estado atual. Com o código não otimizado, é necessário ter meio segundo de inferência para o algoritmo — isso se você estiver usando a Nvidia GeForce RTX 3090.

Mesmo assim, os desenvolvedores acreditam que é possível integrar o sistema de aprendizado de máquina nos motores gráficos dos jogos, o que aceleraria o processo. Por isso, acredita-se que esse seria o futuro dos jogos, como aponta o site Engadget.

Via: Engadget Fonte: Universidade Cornell
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.