Plataforma LGA 1155 tem pinos queimados após overclock extremo?

ATUALIZAÇÃO - 24/01/2011 - De acordo com a empresa que enviou as mainboards, não existe nenhum problema técnico com o socket, o problema foi justamente com as mobos enviadas, que não passaram pela bateria de testes normal e por isso tinham tal problema, mas que não acontece com demais versões e modelos.

Sinal amarelo para os donos de placas mães LGA1155. EstÁ circulando hoje pela a web a preocupante notícia dando conta de que a nova arquitetura de pinagem para os processadores Sandy Bridge da Intel estaria sofrendo de um problema de super aquecimento nos contatos da placa mãe, podendo culminar com a queima e derretimento dos pinos, bem como na utilização do processador.

O problema não chega a ser algo exatamente inédito, uma vez que houve alguns relatos de problema semelhante com algumas placas mães socket LGA1156 (chipset P55).

De acordo com as informações obtidas em alguns sites e fóruns, o problema pode ocorrer quando o usuÁrio submete o sistema a um overclock extremo, utilizando aumento nas voltagens, ou mesmo em OCs considerados moderados, mas utilizado no regime agressivo de 24/7 (24 horas, 7 dias por semana). Ao que parece, o ocorre um curto-circuito entre os pinos e o socket, causando pequenos arcos elétricos.

- Continua após a publicidade -

Ainda não se sabe a extensão do problema, se é algo mais amplo – afetando de um modo geral todas as fabricantes – ou algo mais localizado. Até o momento, o pessoal do TechReaction.net descobriu que pelo menos as placas mães GA-P67A-UD4 e GA-P67A-UD7, ambas da Gigabyte, apresentaram sinais de queima no socket.

Até o momento, a fabricante não emitiu nenhuma nota sobre o assunto.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.