Créditos: Onda/Reprodução

Placa-mãe da Onda traz 32 portas SATA para mineradores de Chia e acumuladores

Modelo B365 D32-D4 Magic Edition segue a tradição da empresa de lançar produtos diferentões
Por Carlos Felipe Estrella 05/05/2021 16:24 | atualizado 05/05/2021 16:31 Comentários Reportar erro

A fabricante chinesa Onda apresentou uma nova placa-mãe com 32 portas SATA, que parece feita sob medida para mineradores da criptomoeda Chia — ou até mesmo para acumuladores digitais. Trata-se do modelo B365 D32-D4 Magic Edition, que segue a tradição da companhia de lançar produtos diferentões.

Como seu nome indica, essa placa-mãe é baseada no chipset Intel B365, que já está no mercado há mais de dois anos. Caso todas as 32 portas SATA sejam usadas, dá para alcançar um total de 448 TB de espaço de armazenamento. Isso sem contar o slot M.2 que também está disponível.

Site oficial: Onda D365 D32-D4 Magic Edition

O seu formato alongado faz com que ela precise de um gabinete especial. Afinal, ela tem 530 x 320 mm, o que a torna muito maior do que uma placa-mãe ATX (E-ATX) padrão. A peça da Onda tem duas portas LAN, uma HDMI e uma VGA. Além disso, são várias portas USB 3.0 e 2.0, dois slots PCIe (um x16 e outro x1) e dois slots DIMM para até 32 GB de memória DDR4-2800 MHz.

Esse não é o primeiro modelo de placa-mãe com tantas portas SATA que a empresa lançou. Em 2013, por exemplo, a Onda apresentou a B250 D32-D3, que também tinha 32 portas SATA. Por isso, podemos imaginar que o novo modelo de 2021 não foi necessariamente pensado para a Chia. Mas nada impede que ela seja usada por mineradores para isso.

- Continua após a publicidade -


Fonte: Onda/Reprodução

Vale lembrar que a Chia é diferente de criptomoedas como a Bitcoin ou o Ethereum, já que ela usa uma técnica criptográfica chamada "prova de espaço e tempo". Para minerá-la, é necessário apenas ter espaço livre num disco rígido ou SSD.

Enquanto isso, o método de outras moedas virtuais é o de "prova de trabalho", que utiliza o poder de processamento de GPUs, CPUs ou até de hardware ASIC (Application-Specific Integrated Circuit) especializado. Esse fator já causou a falta de peças como placas de vídeo no mercado no passado e hoje se soma à pandemia de COVID-19 para resultar num aumento de preços.

Por causa disso, há um medo de que, caso a Chia se popularize, o mercado de HDs e de SSDs sofra com altas nos preços e a falta desses produtos nas lojas. De acordo com o site PC Gamer, porém, normalmente novas criptomoedas veem um rápido aumento na popularidade, mas logo são relegadas ao plano de fundo do mercado. 

Via: PC Gamer, Notebook Check
Assuntos
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.