Android é mais vulnerável que iOS, diz Trend Micro

Justamente por ser um sistema de código-aberto, o Android corre mais riscos de sofrer com malwares e ataques de hackers do que o iOS, plataforma fechada da Apple. Pelo menos na visão de Steve Chang, presidente da Trend Micro.

"O Android é open-source, o que significa que os hackers também podem entender a sua arquitetura interna e o código-fonte", disse. O executivo ainda apoiou a iniciativa da empresa de Steve Jobs, por manter o cerco fechado com seu sistema operacional móvel.


"Temos que dar o crédito à Apple, porque ela é muito cuidadosa. É impossível que certos tipos de vírus operem no iPhone", afirmou Chang. Isso porque a Apple "usa um conceito de sandbox que isola a plataforma, o que evita algumas ameaças que se replicam ou se decompõem para enganarem os antivírus", explicou.

Isso não significa que a plataforma da maçã estÁ livre de ataques, especialmente os que estão relacionados à engenharia social, conforme a Businessweek. E, de fato, o iPhone jÁ passou por incidentes de segurança. Um caso famoso é o do worm ikee, que substituía o papel de parede dos telefones com Jailbreak por uma foto do cantor Rick Astley, em uma referência à manjada "pegadinha da Internet". Além disso, companhias de segurança como a McAfee e a Symantec apostam no crescimento dos códigos maliciosos para esses dispositivos, devido ao aumento da sua popularidade.

O Android, por sua vez, também sofre com algumas infecções e, vale lembrar, mais perigosas do que uma simples foto inconveniente. Um exemplo é o cavalo-de-troia Trojan-SMS.AndroidOS.FakePlayer.a, que se espalha disfarçado de player multimídia, mas, na verdade, envia torpedos SMS para números Premium sem que o usuÁrio perceba. O caso mais recente ocorreu na China, onde surgiu um malware com recursos de botnet.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.