Créditos: Blender Artists (jakeblender)

Até tu!? Commodore 64, computador lançado em 1982, é modificado para mineração

Máquina tem desempenho de 0,3 h/s, o que demoraria centenas de anos para minerar 1 bitcoin
Por Pedro Henrique 24/04/2021 19:24 | atualizado 24/04/2021 19:25 Comentários Reportar erro

A prática de minerar criptomoedas voltou a ser destaque nesses últimos meses, com a nova crescente da Bitcoin, várias pessoas estão atrás de placas de vídeo para montar seus rigs de mineração. Com a alta procura, o mercado de placas de vídeo sofreu um "strike" em seu estoque, e muitos já buscam alternativas para a mineração.

Desde placas desenvolvidas especificamente para a mineração até rumores sobre o desenvolvimento de uma criptomoeda que pode ser minerada através de HDDs e SSDs, os mais diversos hardwares estão na mira dos mineradores. Agora, até mesmo os computadores antigos podem ser utilizados nessa função, como é revelado pelo canal do YouTube 8-Bit Show And Tell, que demonstrou um Commodore 64 rodando um código modificado para mineração.

Lançado em 1982 pela CBM (Commodore Business Machines), o Commodore 64 traz especificações de respeito, com um processador de 8 bits MOS Technology 6510, que pode atingir uma frequência de até 1.023 MHz. Além disso, o computador é equipado com 64 KB de memória RAM e 20 KB de ROM.

Conforme testado pelo youtuber Maciej Witkowiak, o desempenho de hash do Commodore 64 é de cerca de 0,3 h/s. Entretanto, como é revelado por ele, o código para a realização das funções de mineração foi escrito em linguagem de programação C, não em linguagem de máquina pura, que poderia fornecer um aumento de 10x no desempenho.

- Continua após a publicidade -

Caso queira ter um desempenho um pouco melhor, o Commodore 64 pode ser atualizado com uma placa complementar chamada SuperCPU, que aumenta o desempenho em até 20 vezes no cálculo de blocos. Infelizmente, mesmo com esse aumento na velocidade, o computador ainda está longe de ser tão eficiente quanto as atuais mineradoras ASIC, que podem alcançar impressionantes 18 terahash/s.

Esta não é a primeira tentativa de trazer hardwares ou peças antigas para o mundo da mineração de criptomoedas. Recentemente, outro canal no YouTube conseguiu modificar um Nintendo Game Boy para minerar Bitcoin, tendo um desempenho de 0,8 hashes por segundo, mais rápido que um Commodore 64, porém, ainda muito (mais muito) longe das atuais máquinas ASIC.

Via: Videocardz Fonte: YouTube (8-Bit Show And Tell)
Assuntos
Tags
  • Redator: Pedro Henrique

    Pedro Henrique

    Formado em Informática e tecnólogo em Jogos Digitais, amante de games (principalmente os de corrida), curte uns hardwares e assim como Pink e o Cérebro, buscando o plano para dominar o mundo.

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.