Créditos: Warner Bros.

MMO de Senhor dos Anéis é cancelado devido a briga entre Amazon e Tencent

Empresas não chegam a um acordo e game que ia sair em 2022 não vai sair nunca mais

O aguardado MMO baseado no universo de Senhor dos Anéis foi oficialmente cancelado devido a disputas contratuais. O game iria sair no ano que vem, 2022, mas uma briga entre a Amazon e a Tencent resultou na desistência do desenvolvimento.

Para quem acompanha as notícias desde o anúncio do game, pode causar uma estranheza o envolvimento da Tencent. Acontece que o desenvolvimento do MMO de Senhor dos Anéis estava sendo chefiado pela Athlon Games, uma subsidiária da Leyou. A "Google chinesa" resolveu fazer então o que mais gosta de fazer: comprar outras companhias, e comprou a Leyou. Sendo a dona por extensão da Athlon Games, a Tencent teria começado a negociar com a Amazon sobre a criação do game, o que azedou as relações.

"Nós não fomos capazes de assegurar termos para continuar com este título neste momento. Nós amamos a IP de Senhor dos Anéis, e estamos desapontados que não vamos levar este game aos consumidores."
Declaração da Amazon, através de um porta-voz.

"Nós não fomos capazes de assegurar termos para continuar com este título neste momento. Nós amamos a IP de Senhor dos Anéis, e estamos desapontados que não vamos levar este game aos consumidores."
Declaração da Amazon, através de um porta-voz.

Duas empresas gigantes como a Amazon e a Tencent trabalhando juntas num projeto pode resultar em atritos para definir a liderança. Além disso, o início da aventura da Amazon na produção própria de games não tem sido dos melhores, e o MMO de Senhor dos Anéis é somente mais uma vítima dessa maré de azar, ou dificuldade de gestão - dependendo de como o leitor avalia os problemas. Um dos exemplos mais "tristes" da Amazon Game Studios foi Crucible, um jogo que foi cancelado depois de ter sido lançado.

Agora, com o cancelamento de um dos games mais aguardados pela companhia, as atenções se voltam ao menos hypado New World, que foi adiado do ano passado para este ano. Se tudo der certo com o game e ele realmente sair em agosto (e não for "deslançado" depois), vai ser o primeiro lançamento concretizado da Amazon. A essas alturas, é possível que só de ter um jogo disponível e funcionando já seja considerado uma vitória para a Amazon Game Studios, independentemente do sucesso de público. Em agosto saberemos.

Fonte: PC Gamer
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.