Créditos: Intel

Intel XeSS será a tecnologia da Intel para competir com o DLSS da NVIDIA

A GPU topo de linha DG2 HPG pode ser lançada antes do final de 2021

Na última quinta feira (8), um canal no Youtube chamado Moore's Law is Dead compartilhou uma série de informações e vazamentos acerca da mais nova geração de placas gráficas Intel Xe HPG. Dentre elas, há uma menção ao XeSS, tecnologia rival ao DLSS, além de que provavelmente a GPU topo de linha da Intel será equiparada à RTX 3070 e conter 16GB de memória GDDR6.

O youtuber compartilhou alguns slides recheados de informações atualizadas sobre o novo DG2 HPG.  A placa deve contar com 512 Unidades de Execução e operar em 2.200 MHz, além de equipar 16 GB de memória no padrão GDDR6 em 256-bit. A GPU deve ser feita a partir de nódulos de 6nm da TSMC e operar num TDP de 270W.

Em relação às tecnologias que devem acompanhar a nova geração de placas de vídeo, o maior destaque vai para o Intel XeSS (Xe Super Sampling)  que, de acordo com o youtuber, foi mencionado em suas fontes como equivalente ao DLSS. No entanto, não foram divulgados detalhes do desenvolvimento ou implementação do recurso.


Slide resumindo as informações do Xe-HPG (Imagem: Reprodução/TweakTown)

No vídeo do Moore's Law is Dead, é mencionado que o modelo topo de linha da nova geração Xe deve ter uma performance levemente superior à RTX 3070, o que tornaria a placa equivalente a uma hipotética 3070 Ti

- Continua após a publicidade -

O modelo que conta com 512 Unidades de Execução deve ser lançado ainda antes do último trimestre de 2021, e ainda devem surgir mais um modelo com 256 UE e outro com 128 UE, que podem ser lançados pouco depois do topo de linha. As placas intermediárias da linha devem custar entre US$ 200 e US$ 300.

O youtuber que revelou as informações també comentou:

"Eu sei que muitas pessoas vão ver essas informações e agir como se eu estivesse dizendo que unicórnios são reais, mas (...) eu basicamente só estou sugerindo que a Intel pode lançar uma competidora para a 3070 ou para a 6800 um ano depois das competidoras (...) e a versão da Intel ainda seria menos eficiente. É louco afirmar que a Intel é capaz disso?"

"Eu sei que muitas pessoas vão ver essas informações e agir como se eu estivesse dizendo que unicórnios são reais, mas (...) eu basicamente só estou sugerindo que a Intel pode lançar uma competidora para a 3070 ou para a 6800 um ano depois das competidoras (...) e a versão da Intel ainda seria menos eficiente. É louco afirmar que a Intel é capaz disso?"

Vale destacar que a Intel não é a única que está correndo atrás de uma alternativa ao DLSS, já que ainda no mês passado, o Scott Herkelmen da AMD participou de uma live do PC World em que afirmou que a empresa está desenvolvendo o FidelityFX Super Resolution também como resposta à tecnologia de upscaling da Nvidia. No entanto, O FSR não deve depender de cálculos de machine learning nem porção dedicada de hardware para acelerar esses processos, o que permitiria compatibilidade com mais dispositivos como os novos consoles dessa geração.

Via: Tweak Town Fonte: Moore's Law is Dead
  • Redator: Diego Amorim

    Diego Amorim

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.