Créditos: Activision

Próximo jogo de Call of Duty pode ser inspirado na Segunda Guerra Mundial, diz rumor

Desenvolvido pela Sledgehammer, o novo game da série teria o codinome Vanguard

O próximo jogo da franquia Call of Duty pode ter temática inspirada na Segunda Guerra Mundial, de acordo com um rumor compartilhado pelo Eurogamer. A Activision encomendou o game para o estúdio Sledgehammer, que estaria trabalhando no projeto com o codinome "Vanguard."

Segundo o rumor, o jogo pode ser lançado com o nome Call of Duty Vanguard, mas as especulações apontam dois possíveis caminhos para a história do game. As fontes do Eurogamer dizem que o game seguirá uma temática mais tradicional abordando o conflito, enquanto o site Modern Warzone, que deu origem aos boatos, fala que teremos uma narrativa diferenciada.

De acordo com o Modern Warzone, a desenvolvedora está criando um universo alternativo em que a Segunda Guerra Mundial foi além do ano 1945. As informações apontam que o jogo se passa após 1950, mostrando como seria uma versão prolongada do conflito.

O Eurogamer, por outro lado, aponta que os jogadores devem esperar uma abordagem mais tradicional da história. Vale lembrar que a Sledghammer também desenvolveu Call of Duty: WWII, jogo lançado em 2017 que também é inspirado na Segunda Guerra Mundial.


Call of Duty: WWII, de 2017. (Imagem: Activision)

- Continua após a publicidade -

Durante os últimos anos, o estúdio trabalhou dando apoio às produtoras Infinity Ward e  Treyarch no desenvolvimento de Call of Duty Modern Warfare e Black Ops Cold War. Caso a Activision siga seus padrões, o próximo game principal da franquia será mesmo liderado pela Sledgehammer. 

A Activision não comentou oficialmente sobre o assunto, mas a companhia já confirmou que um novo jogo da franquia Call of Duty será lançado em 2021. A empresa ainda não deu detalhes sobre o título, mas a tendência é que o jogo chegue durante o segundo semestre para brigar com o novo Battlefield.

Desde 2019, a franquia Call of Duty está arrasando financeiramente, cortesia de uma grande mudança no modelo de negócio da franquia. A Activision deixou de lado os DLCs para apostar em um passe de temporada com itens cosméticos, mapas gratuitos e atualizações constantes para o multiplayer. O resultado? A franquia bateu US$ 3 bilhões em vendas durante o ano passado.

Via: VG247
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.