Créditos: Divulgação: Samsung

Samsung cria primeira memória RAM DDR5 com 512GB de capacidade

Nova tecnologia dobra velocidade e consome 13% menos energia
Por Diego Kerber 26/03/2021 13:12 | atualizado 26/03/2021 14:47 Comentários Reportar erro

A Samsung anunciou que expandiu seu portfólio de produtos em memórias RAM com a introdução de módulos na tecnologia DDR5 com capacidade de 512GB. Essas especificações só foram possíveis graças ao uso de novas tecnologias em silício, e além da maior capacidade também trarão mais eficiência energética e até o dobro de performance, comparado ao DDR4.

Um ponto crucial para esses novos produtos é a introdução do High-K Metal Gate, ou dielétrico high-k. Com as estruturas dos módulos cada vez mais miniaturizadas, as camadas de isolamento entre elementos como os transistores ficam cada vez menores, o problema de vazamento (leakage) de corrente se torna cada vez mais grave. Vazamento de corrente impede o funcionamento de hardwares pois é justamente essa característica essencial dos semicondutores, que podem bloquear ou não a corrente, algo que fica comprometido se a corrente "escapa" quando devia ser bloqueada.

A substituição do isolante pelo material de HKMG viabilizou levar a miniaturização e condensação de componentes a um novo patamar, possibilitando maior densidade e performance. A nova tecnologia promete alcançar até 7200 Mbps consumindo 13% menos energia que a tecnologia antecessora, a DDR4. O uso de HKMG não é uma novidade em módulos de memória da Samsung, com seu uso iniciado em 2018 nas memórias GDDR6, presentes em produtos como placas de vídeo Nvidia Quadro RTX.

Com o uso do TSV (through-silicon via, ou via através do silício, em tradução livre), a Samsung conseguiu empilhar múltiplos desses módulos e com isso acumular até 8 camadas de 16GB de RAM, tornando possível a criação de módulos com 512GB. 

O foco desses módulos de maior capacidade são a supercomputação, onde quantidades gigantescas de memória precisam ser armazenadas e disponibilizadas para processamento em computação de larga escala, e ciclos como aprendizado da máquina e inteligência artificial.

Via: TechPowerUp
Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.