Créditos: Palit Microsystems

Lançaram um novo modelo da GTX 1050 Ti em pleno 2021!

A GPU da parceira Palit Microsystems custa cerca de US$ 210 no Japão

Ainda no início de março, uma fornecedora de GPUs japonesa chamada Kuroutoshikou anunciou que iria relançar um modelo da GeForce GTX 1050 Ti. Nessa semana eles realmente lançaram a placa de vídeo de entrada da Palit Microsystems no mercado pelo salgado preço de ¥22.800, equivalente a cerca de US$ 210 (R$ 1.160,99 em conversão direta).


Imagem: Akiba PC Hotline

A placa é produzida pela Palit Microsystems baseada no chip GP107-400 ainda na arquitetura Pascal com 768 núcleos CUDA. Além disso o modelo é equipado com 4 GB de memória GDDR5 em interface de 128-bit. Como já sabemos, a discreta GTX 1050 Ti não precisa de um conector de energia e se alimenta apenas da potência fornecida pela conexão PCI-e, o que mostra como ela é uma placa eficiente.


Imagem: Palit Microsystems

O relançamento da 1050 Ti é explicado pela maior demanda por GPUs mais básicas entre os gamers, já que os modelos mais recentes estão sofrendo com pouco estoque e, consequentemente, um preço bem mais elevado. Aqui no Brasil, estamos sofrendo ainda mais por conta da desvalorização do real. Esses fatores combinados levam o preço de uma GTX 1660 Super, por exemplo, para valores acima de R$ 3.000.

Se você quiser acompanhar detalhadamente a evolução dos preços de GPUs ao longo de 2020, você pode acessar esse artigo em que montamos um gráfico interativo com os dados de preços registrados pelo Observatório da GPU ao longo de todo o ano.

- Continua após a publicidade -

Em relação ao desempenho da 1050 Ti, ela ainda consegue segurar alguns jogos atuais em qualidade baixa ou média em Full HD, mas em alguns títulos é necessário até sacrificar a resolução e renderizar o game em 900p ou 720p. Pelo menos a CAPCOM anunciou que os donos dessa placa devem conseguir jogar o novo Resident Evil, já que ela faz parte dos requisitos mínimos divulgados para o game.

Em relação à GTX 1050 Ti da Palit Microsystems, também vale ressaltar que ela conta com uma saída de vídeo DisplayPort 1.4, uma saída HMDI 2.0b e mais uma DVI-D para monitores compatíveis com a arquitetura legacy. 

Para mais informações sobre o "renascimento" da GeForce GTX 1050 Ti, você pode conferir o vídeo abaixo do nosso canal no Youtube. E para mais detalhes sobre o desempenho da GPU hoje, você pode conferir esse episódio do quadro Ainda Vale a Pena em que colocamos à prova a performance dessa placa em jogos atuais.

Via: Tom's Hardware
  • Redator: Diego Amorim

    Diego Amorim

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.