Créditos: PCI-SIG/Reprodução

PCIe 5.0 nem chegou ao mercado, mas PCIe 6.0 já tem especificações definidas

Novo padrão terá taxa de transferência de dados de 64 GT/s, o dobro da geração anterior

Antes mesmo da especificação PCIe 5.0 chegar ao mercado, a PCI-SIG já definiu o padrão para o Peripheral Component Interconnect-Express (PCIe) 6.0. A nova interface de comunicação para computadores terá o dobro da taxa de transferência de dados da geração anterior, atingindo 64 GT/s (giga transferências por segundo).

A Synopsys acaba de apresentar a primeira Propriedade Intelectual (IP) completa da indústria com base no PCIe 6.0. Com isso, o padrão agora está oficialmente pronto para ser utilizado no design de chips de placas-mãe e SSDs.

Os documentos divulgados pela empresa são pensados especificamente para serem usados com o processo de produção de 5 nm. O pacote se chama DesignWare IP e pode ser usado com um controlador próprio da Synopsys ou com as interfaces AXI AMBA 5/4/3 da ARM.

Na prática, esse design permite a transferência de 128 GB/s em cada direção numa interface x16. Isso mesmo, no total, o potencial do PCIe 6.0 é de 256 GB/s de largura de banda. Isso graças aos já mencionados 64 GT/s, em comparação com os 32 GT/s do PCIe 5.0 e os 16 GT/s do PCIe 4.0.


Fonte: Synopsys/Divulgação

- Continua após a publicidade -

Esse novo padrão da Synopsys também suporta a modulação de amplitude de pulso de quatro níveis (PAM4), assim como correção de erro de encaminhamento de baixa latência (FEC), modo FLIT e o estado de energia LOp. Todos esses recursos também são componentes essenciais do PCIe 6.0.

O Synopsys DesignWare também suportam algoritmos de DSP adaptativos, que otimizam a equalização analógica e digital para reduzir o consumo em até 20% através de todo o chip, da placa riser e das interfaces de backplane.


Fonte: PCI-SIG/Reprodução

"Computação avançada em nuvem, armazenamento e aplicações de machine learning estão transferindo quantidades significativas de dados, exigindo que os designers incorporem as mais recentes interfaces de alta velocidade com mínima latência para atingir as demandas de largura de banda desses sistemas".
- John Koeter, vice-presidente sênior de marketing da Synopsys

"Computação avançada em nuvem, armazenamento e aplicações de machine learning estão transferindo quantidades significativas de dados, exigindo que os designers incorporem as mais recentes interfaces de alta velocidade com mínima latência para atingir as demandas de largura de banda desses sistemas".
- John Koeter, vice-presidente sênior de marketing da Synopsys

Faz apenas 18 meses que os produtos com suporte a PCIe 4.0 chegaram ao mercado de consumidores, incluindo placas de vídeo e SSDs M.2. Enquanto isso, a geração PCIe 5.0 ainda nem chegou ao mercado – e o PCIe 6.0 levará ainda vários meses após isso.

Via: Tom's Hardware Fonte: Synopsys
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.