Créditos: Headup Games/Divulgação

Nvidia DLSS chega a System Shock e The Fabled Woods graças a plugin da UE4

Implementação da tecnologia RTX proprietária está mais fácil do que nunca
Por Carlos Felipe Estrella 18/03/2021 16:12 | atualizado 18/03/2021 16:12 Comentários Reportar erro

A tecnologia Nvidia DLSS (Deep Learning Super Sampling) foi incluída em dois novos títulos: System Shock Demo e Fabled Woods. Isso só foi possível graças a um novo plugin para a Unreal Engine 4, que fez com que a implementação da funcionalidade ficasse mais fácil do que nunca.

O plugin está disponível para todos os jogos que usam a versão 4.26 do motor gráfico da Epic Games. De acordo com os desenvolvedores de System Shock, foi tão fácil adicionar o recurso que eles fizeram isso durante um único fim de semana.

"O plugin da Unreal Engine 4 faz com que o trabalho de adicionar Nvidia DLSS ao seu jogo seja muito fácil. Na verdade, nós o implementamos durante o fim de semana. Trazer System Shock para uma nova geração de jogadores tem sido um trabalho de amor da nossa equipe, e o impacto que o Nvidia DLSS terá na experiência dos jogadores é inegável".
- Matthew Kenneally, engenheiro-chefe do Night Dive Studios

"O plugin da Unreal Engine 4 faz com que o trabalho de adicionar Nvidia DLSS ao seu jogo seja muito fácil. Na verdade, nós o implementamos durante o fim de semana. Trazer System Shock para uma nova geração de jogadores tem sido um trabalho de amor da nossa equipe, e o impacto que o Nvidia DLSS terá na experiência dos jogadores é inegável".
- Matthew Kenneally, engenheiro-chefe do Night Dive Studios

No momento, remake do clássico FPS de ação e aventura de 1994 está disponível apenas como uma demonstração gratuita. De acordo com a Nvidia, a adição de DLSS é capaz de dobrar a taxa de quadros por segundo do jogo em determinados cenários.

- Continua após a publicidade -


Fonte: Nvidia/Reprodução

Eles usaram como exemplo a placa de vídeo GeForce RTX 3060 Ti com a resolução 4K. Sem o Deep Learning Super Sampling, a GPU fica abaixo de uma média de 60 quadros por segundo. Após a implementação da tecnologia no modo performance, ela é capaz de rodar o game acima de 100 fps.

Mais do que isso, a Nvidia promete que todas as suas placas Turing RTX rodam System Shock demo acima de 144 fps em resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels). Isso inclui até mesmo a GeForce RTX 2060, GPU intermediária com TDP de 160 W e que foi lançada em janeiro de 2019.

Enquanto isso, The Fabled Woods será lançado oficialmente no dia 25 de março de 2021. O game terá tanto DLSS quanto Ray Tracing desde o lançamento. Esse é um título bem mais pesado, então os testes da Nvidia mostram a RTX 3070 rodando o jogo a 60 fps em resolução 4K.

- Continua após a publicidade -

Já a GeForce RTX 3090 alcança até 100 fps com o DLSS ligado. O mais impressionante é que isso é mais que o dobro do desempenho que a GPU teria com o recurso desligado, ficando na faixa de 38,6 fps. A demonstração de The Fabled Woods está disponível de graça na Steam.

Via: Videocardz Fonte: Nvidia
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.