Créditos: Micron

Micron vai encerrar produção e desenvolvimento de 3D XPoint para focar em CXL

Empresa pretende manter suas propriedades intelectuais da tecnologia, no entanto

A Micron anunciou oficialmente que está desistindo das memórias 3D XPoint - pelo menos momentaneamente. A empresa vai vender sua fábrica dos componentes localizada em Utah e parar de investir no desenvolvimento da tecnologia. Esses recursos serão movidos para produtos com Compute Express Link (CXL), um padrão aberto de memória que é famoso pela sua flexibilidade de conexões entre computação, memória e armazenamento.

A tecnologia 3D XPoint foi uma grande aposta da Micron com a Intel, já que as empresas desenvolveram o padrão juntas. Mas agora, a gigante das memórias considera que a tecnologia não está oferecendo o retorno esperado pelos altos níveis de investimento que exige para produção em escala. A Micron diz que perdeu US$ 400 milhões só neste ano devido à baixa procura por produtos com 3D XPoint.

O maior cliente da Micron para memórias desse tipo, no momento, é a própria Intel, com quem a companhia precisa ainda honrar um acordo ao longo de 2021. É por isso que o plano da Micron é vender sua fábrica e sair totalmente do mercado só no final do ano, depois de encerrar suas obrigações com sua antiga parceira:

"A Micron está comprometida em completar nossas obrigações sob o acordo existente com a Intel para suprimento de wafers, que atualmente vai até o final de 2021, e a Micron pretende manter todas as suas propriedades intelectuais relacionadas com 3D XPoint."

"A Micron está comprometida em completar nossas obrigações sob o acordo existente com a Intel para suprimento de wafers, que atualmente vai até o final de 2021, e a Micron pretende manter todas as suas propriedades intelectuais relacionadas com 3D XPoint."

- Continua após a publicidade -

O trecho acima é uma tradução livre de uma declaração feita pela empresa ao pessoal do Tom's Hardware. A parte mais interessante, possivelmente, é a reiteração da companhia de que ela não tem planos de vender as propriedades intelectuais relativas à tecnologia. Então não podemos dizer que a Micron desistiu completamente da 3D XPoint, mas é como se a empresa estivesse guardando um recurso numa "geladeira". No porão.

A Intel, por sua vez, ignorou que vai perder sua grande fornecedora em declaração sobre o assunto, dizendo apenas que "o anúncio da Micron não muda nossa estratégia para Intel Optane ou nossa habilidade de oferecer produtos Intel Optane para nossos consumidores".

A Micron agora planeja usar o conhecimento e experiência que conquistou no desenvolvimento de 3D XPoint em seu foco renovado com produtos CXL.

Fonte: Tom's Hardware
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.