Créditos: Aleksi Räisä/Unsplash

Após atingir recorde no fim de semana, Bitcoin cai US$ 6 mil

A queda ocorreu devido às corretoras de criptomoeda terem sido forçadas a liquidar contratos futuros
Por Iraci Falavina 15/03/2021 11:40 | atualizado 15/03/2021 11:41 Comentários Reportar erro

Na manhã desta segunda-feira (15), o valor do Bitcoin sofreu uma queda de 11,5%. Após alcançar o preço recorde de US$ 61.683 (R$ 346.115,65 em conversão direta), a criptomoeda despencou para US$ 54.566, devido à liquidação forçada de contratos futuros.

As corretoras de criptomoedas precisaram liquidar o equivalente a cerca de US$ 1,15 bilhão. Isso acontece quando o valor das moedas atinge um patamar abaixo das negociações em margem — ou seja, das compras usando fundos emprestados de um corretor.

De acordo com os sites Bybt e Money Times, mais de 190 mil investidores tiveram seus contratos liquidados nas últimas 24 horas. A corretora Huobi foi a responsável pelo maior fechamento único: foi um total de US$ 19 milhões.

Já a corretora Binance ficou em primeiro lugar em relação às liquidações totais entre corretoras; a transação envolveu mais de US$ 435 milhões. Em segundo lugar, veio a Bybit, com cerca de US$ 328 milhões liquidados, seguida pela Huobi, responsável por aproximadamente US$ 192 milhões.


Reprodução/Dmitry Demidko/Unsplash

- Continua após a publicidade -

Além das liquidações em Bitcoin, as criptomoedas Ethereum (ETH) e Polkadot (DOT) também tiveram sua parcela de posições liquidadas. Nesta manhã, a Ethereum sofreu uma queda de 5,68%, passando a custar US$ 1.761 (R$ 9.934,86 em conversão direta). Já a Polkadot sofreu um declínio um pouco mais severo, de 6,4%. A Binance Coin ainda decaiu 6%, ficando então com o valor de US$ 252 (ou R$ 1.421,68). 

Apesar da queda, o Bitcoin já começa a se recuperar. No momento de finalização desta matéria, segundo o Trading View, a criptomoeda estava sendo comercializada por US$ 57.311,28 (R$ 323.327,32 em conversão direta).

Além disso, os números de março ainda representam alta em relação ao mês anterior. A análise mensal indica um crescimento de 11%. Na perspectiva anual, a criptomoeda teve uma alta de mais de 90%. 

No fim de semana, os ativos Coinbase, Bitcoin e Direct Deposit ficaram entre os assuntos mais comentados no Twitter, em grande parte devido ao pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão assinado por Joe Biden.
 

Fonte: Portal do Bitcoin, Money Times
Tags
  • Redator: Iraci Falavina

    Iraci Falavina

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.