Intel e Nvidia selam acordo de US$ 1,5 bilhão

A Intel e a Nvidia assinaram um acordo de licenciamento cruzado de patentes no valor de US$ 1,5 bilhão, que deve acabar com as disputas legais entre as companhias, de acordo com nota divulgada ontem pela Intel.

Pelo acordo, que prevê que ambas as companhias recebam licenças para utilizar as patentes uma da outra, a Intel deve pagar a quantia à Nvidia.

"Este acordo preserva a paz das patentes e gera proteções que permitem a liberdade no desenho de produtos. Ele também permite às companhias focarem seus esforços na inovação e no desenvolvimento de novos produtos", disse o vice presidente sênior da Intel, Doug Melamed.

A Nvidia havia acusado a Intel de usar tÁticas injustas na longa batalha judicialem que se encontravam as duas empresas. Ambas acusaram uma  a outra de quebrar um acordo de licenciamento de chips assinado em 2004.

A Intel processou a Nvidia em 2009 alegando que a Nvidia não tem licença para produzir chipsets compatíveis com processadores Intel com controle de memória integrado, como os microprocessadores Nehalem. A Nvidia contra-atacou na época, dizendo não estar fazendo nada ilegal.

- Continua após a publicidade -

O novo acordo, firmado ontem, encerra ambos os processos, de acordo com a Intel.

Ainda com o acordo, a Nvidia poderÁ voltar a fabricar chipsets para placas-mãe com suporte a processadores Intel. A Nvidia, porém, ainda não informou se tem interesse em retornar a esse mercado.

Mesmo com o acerto, a Nvidia ainda não terÁ direito a produzir processadores com a cobiçada tecnologia x86 da Intel. "Esse não é nosso negócio central e nem temos a intenção ou estratégia de desenvolver esse tipo de coisa", disse Jen-Hsun Huang, presidente-executivo da Nvidia.

A Intel deve começar a fazer os pagamentos à Nvidia neste mês, com a primeira parcela, de US$ 300 mi, sendo paga na próxima semana. Pagamentos anuais continuarão até janeiro de 2016.


- Continua após a publicidade -


Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.