Créditos: Divulgação / AMD

Microarquitetura Zen4 trará suporte a AVX-512

Conjunto de instruções era até então exclusivo de CPUs Intel, o que garantia à empresa uma vantagem em alguns mercados

A nova microarquitetura Zen 4 da AMD trará novidades nos processadores EPYC “Genoa” ao introduzir suporte sets de instruções AVX-512, segundo vazamentos publicados nos fóruns ChipHell.

Um slide vazado de uma apresentação interna da AMD fazia referência a suporte ao AVX3-512, além de BFloat16 e outras extensões ISA. Até então, a extensão de vetores avançada em questão era exclusividade de CPUs Intel, tendo sido introduzida em julho de 2013 com os processadores Xeon Phi x200 e Skylake-X

Por se tratar de um vazamento pontual e específico, não está claro quais conjuntos de extensão o AVX3-512 irá abranger, mas ainda assim isso colocaria a nova microarquitetura da AMD com previsão de chegar ao mercado em 2022 a ser a primeira da empresa a suporta a extensão

É possível que a empresa opte por ter uma abordagem similar a da Intel incluindo conjuntos de instruções limitados e pré-determinados de acordo com as demandas dos clientes.

- Continua após a publicidade -

Tanto AVX3-512 e BFloat16 são conjuntos de instruções utilizados amplamente em sistemas voltados para deep learning, e por até então ser de uso exclusivo da Intel, o suporte ao AVX-512 era uma das vantagens dos CPUs Intel em relação à série EPYC nesse mercado.

Além dos vazamentos referentes a esses conjuntos de instruções que receberão suporte na nova arquitetura Zen 4, foram revelados, também através de vazamentos, mais detalhes sobre o novo socket SP5 LGA6096, mas especificamente as dimensões de 72x75,4 mm, não sendo um quadrado perfeito como se supunha pelos modelos vazados, mas tampouco tão retangular quanto os atuais SP3

- Continua após a publicidade -

O novo formato permite incluir mais chiplets na CPU, e a primeira versão virá limitado a 12 chiplets de 8 nucleos cada, sendo limitado a 96 núcleos, mas com mais espaço disponível a microarquiteturas cada vez menores, é possível que futuras implementações do SP5 LGA6096 tenham um aumento de contagem de núcleos mais agressivo do que foi possível no SP3 LGA4094, que só observou esse incremento entre as gerações Zen1 de 14nm para a Zen2 em 7nm.

Fonte: TechPowerUp, Videocardz.com
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.