Créditos: Nvidia

Nvidia 90HX: GPU para mineração deve ser baseada na RTX 3080

As novas placas especializadas em mineração devem ser lançadas ainda esse ano
Por Diego Amorim 01/03/2021 11:34 | atualizado 01/03/2021 11:37 Comentários Reportar erro

No último sábado dia 27, fontes da indústria revelaram ao Videocardz que o modelo CMP 90HX da Nvidia, especializado em mineração de criptomoedas, contará com um chip baseado no GA102-100, o mesmo encontrado na RTX 3080 da geração Ampere. A placa de vídeo também deve contar com 10GB de VRAM consumindo 320W.

Além disso, uma atualização de driver já confirmou a existência dos modelos CMP 40HX e 30HX que, assim como o CMP 50HX, deve ser construído ainda na micro arquitetura Turing da primeira geração RTX em 12nm. O processador de mineração de criptomoedas 50HX deve ser baseado no mesmo design da GeForce RTX 2080 Ti. Abaixo há uma tabela com as especificações completas de todos os modelos.

Especificações CMP
Imagem: Nvidia

A nova linha de placas gráficas voltada aos mineradores deve ser lançada ainda esse ano. No entanto, como o CMP 30 HX e CMP 40HX já estão recebendo os primeiros drivers, eles devem chegar primeiro no mercado que os dois modelos mais potentes: CMP 50HX e CMP 90HX.

Semana passada, a Nvidia anunciou que vai reduzir a capacidade de cálculos para mineração de criptomoedas em suas placas voltadas ao mercado gamer. A mudança foi implementada pela primeira vez no lançamento da nova RTX 3060, que teve a capacidade de realizar cálculos Hash Rate reduzida em 50%. Assim, as CMP devem se tornar mais atrativas como um investimento para mineradores, o que pode ajudar a regular os preços da linha RTX.

Nvidia afirma que limitador de hash das RTX 3060 não pode ser desativado

- Continua após a publicidade -

Também é importante ressaltar que a Nvidia já havia lançado GPUs dedicadas à mineração há cerca de 3 anos atrás. Foram os modelos P104-100 e P106-100 que só tinha as versões de parceiras (como a Gigabyte) disponíveis para compra.

 

Ainda precisamos aguardar para descobrirmos o real impacto dessa decisão da Nvidia no mercado, até por que a alta demanda dos mineradores não é o único fator contribuindo com o aumento de preço das placas de vídeo e hardware no geral. Problemas na produção de componentes eletrônicos causados pela pandemia do novo coronavírus e a demanda de computadores para quem precisa trabalhar remotamente também afetaram muito o mercado no último ano.

Via: TechPowerUp Fonte: Videocardz
  • Redator: Diego Amorim

    Diego Amorim

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.