Créditos: Divulgação // Corsair

Jogadores de PC gastaram 62% mais em periféricos e peças em 2020 que em 2019

Além dos gastos com peças e periféricos, o mercado dos jogos em si também cresceu em 19%

Pesquisa divulgada pelo NPD Group, grupo estadunidense responsável por pesquisas e análises de mercado, apontou que em 2020 os jogadores de PC gastaram 62% a mais em equipamentos e acessórios para PC que em 2019, muito disso devido a pandemia do SARS-COV-2.

Segundo os dados divulgados, os consumidores desse nicho de mercado totalizaram um gasto de US$ 4,5 bilhões no último ano, 62% a mais que o mesmo período em 2019, e mais que o dobro dos números de 2017.

Com o advento da pandemia de COVID-19 e os diversos cenários e protocolos de isolamento, distanciamento e lockdown, muitas pessoas foram levadas a buscar formas de tornar seus isolamentos mais confortáveis, ou até mesmo procuraram por alternativas para socializar digitalmente. Além da pesquisa de gastos em equipamentos, um forte indicador dessa necessidade de minimizar os efeitos do isolamento social foi o salto gigantesco no número de canais registrados na Twitch e no número de canais ativos

No último trimestre de 2019 o número de canais registrados na plataforma roxinha era de 3,74 milhões, saltando para 6,1 milhões já no final do primeiro trimestre de 2020 e encerrando o ano com impressionantes 10,57 milhões. O número de canais ativos, fazendo transmissões regularmente, praticamente dobrou, passando de 3,64 milhões para 6,9 milhões, segundo os sites Twitchtracker e Statista.

- Continua após a publicidade -

Esses e outros fatores somados foram cruciais para que o gasto com periféricos de todas as categorias terem aumentos gigantescos, com destaque para headsets, monitores e teclados figurando como os maiores crescimentos de consumo tanto em dólares quanto em unidades. Segundo os números divulgados pelo NPD Group, o crescimento dos gastos em periféricos foi de impressionantes 81% superando o de peças e hardware que bateu 57%.

Além disso, o mercado de games em si, que naturalmente cresce ano a ano, também passou por um salto considerável de 19%, totalizando US$ 7,5 bilhões.
De acordo com Mat Piscatella, analista da indústria de vídeo games para o NPD Group, “[o cenário de] jogos para PC é o mais inovador, aberto e diversificado segmento da indústria de vídeo games. É também um dos mais acessíveis, uma vez que muitas famílias possuem ao menos um desktop ou laptop em casa.”

Mesmo com o crescimento equivalente ao de diversos anos apenas durante o período de 2020, a projeção é que o segmento de jogos para PC ainda cresça mais 3% em 2021, superando ainda o crescimento da indústria como um todo, mas sem o mesmo salto do ano anterior, representando um nivelamento da demanda nesses novos patamares, segundo Stephen Baker, consultor da indústria de tecnologia do NPD.

- Continua após a publicidade -

Ainda que todos esses dados sobre o crescimento da indústria sejam referentes ao mercado estadunidense, muito disso foi sentido aqui no Brasil, especialmente no bolso do consumidor final com os saltos absurdos em periféricos e acessórios, como por exemplo alguns modelos de webcams que antes de março custavam na faixa de R$ 300,00 e antes de setembro já haviam saltado para R$ 900,00, além claro de outros itens como cadeiras gamer, mouses, placas de captura, todos produtos que tiveram aumentos de preço consideráveis, justamente, entre outros fatores, pelo crescimento abrupto na demanda.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: NPD Group, Guru3D
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes. twitch.tv/DanielTPC

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.