Créditos: Divulgação / Disney

Jogo de mundo aberto de Star Wars usará mesmo motor gráfico de The Division 2

Engine Snowdrop, pode ser utilizado para criação de paisagens fotorealistas, ciclos de passagem de tempo e efeitos climáticos impressionantes
Por Daniel Trefilio Carvalho 11/02/2021 00:39 | atualizado 11/02/2021 00:39 Comentários Reportar erro

A Ubisoft, responsável por produzir novo jogo de mundo aberto no universo de Star Wars, anunciou o jogo será lançado apenas após jogo de Avatar e utilizará o motor gráfico Snowdrop, mesmo de The Division 2, Mario + Rabbids e South Park: A Fenda que Abunda Força.

Recentemente, os fãs da franquia Star Wars foram pegos de surpresa com o anúncio de que, pela primeira vez em quase uma década, outra empresa poderia produzir jogos do universo da galáxia muito, muito distante. Desde 2013 que apenas a EA tinha licença exclusiva para produzir jogos com a marca Star Wars, mas no dia 13 de janeiro, não apenas foi anunciado que a exclusividade não estaria mais vigente, mas também que a Lucasfilm Games, que por muitos anos operou sob o selo LucasArts, estava trabalhando em parceira com a Ubisoft para produzir um jogo de mundo aberto dentro do universo criado por George Lucas e que, durante a maior parte de sua existência, dependeu da paixão e criatividade colaborativa da sua comunidade de fãs para existir dentro do que hoje conhecemos por Star Wars Legends, e antes da compra da marca pela Disney era conhecido como Universo Expandido.

Dentre as novidades aguardadas sobre o primeiro título fora de estúdios da EA do universo de Star Wars desde 2013, a primeira e promissora é que o jogo utilizará o motor gráfico Snowdrop, o mesmo de The Division e The Division 2. Não houve qualquer declaração oficial sobre os motivos da escolha desse engine, mas é sabido que ele permite processos de desenvolvimento mais otimizados por ser capaz de criar assets de maneira rápida, eficiente, além de ser possível interagir com esses assets de formas que outros engines não permitem por padrão

Assumindo que o jogo a ser desenvolvido vá utilizar gráficos mais realistas, é possível fazer uso da diversidade de incrementos visuais, além dos ciclos de dia e noite e mudanças de condições climáticas e terreno como observado em The Division 2. Tudo isso, entretanto, até o momento é apenas especulação, uma vez que o Snowdrop foi utilizado também em Mario + Rabbids, Starlink: Battle for Atlas e South Park: The Fractured But Whole (A Fenda Que Abunda Força), demonstrando que o motor gráfico é eficiente também para títulos 2D e com gráficos cartunescos, e não apenas 3D foto realista

- Continua após a publicidade -

Mesmo sem detalhes oficiais sobre que histórias o jogo pretende contar, muitos esperam que ele seja baseado na série "O Mandaloriano" do Disney+, que apesar de ser uma série que vem fazendo muito sucesso e figura a maioria das campanhas de venda do serviço de streaming da Disney, os melhores jogos do universo Star Wars sempre foram os que ousaram fugir das narrativas principais e buscaram histórias transversais ou completamente desconectadas da saga original de George Lucas. Fica a torcida para que, seguindo ou não as linhas narrativas desenvolvidas por Jon Favreau para a série, as equipes criativas da Ubisot e Massive Entertainment consigam criar em um jogo de mundo aberto uma experiência marcante como a de tantos outros jogos nesse universo.
 

Fonte: Screen Rant
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.