Créditos: Divulgação // Activision

Vendas de COD crescem 40%, enquanto número de jogadores ativos cresce em 70%

Além disso, o número de horas jogadas da franquia triplicou com a criação de portas de entrada gratuitas
Por Daniel Trefilio Carvalho 09/02/2021 17:19 | atualizado 09/02/2021 17:19 Comentários Reportar erro

Activision Blizzard, em relatório fiscal divulgado durante a chamada com investidores do dia 04 de fevereiro, anunciou que as vendas em torno da franquia Call of Duty cresceram em 40% que, combinado a outros fatores, resultou em um aumento de 70% no número de jogadores ativos (aqueles que jogam ao menos uma vez ao mês), além de ter sido registrado mais que o dobro das horas jogadas em relação a anos anteriores.

Durante a última e extensa chamada com investidores na qual a Activision Blizzard abriu dados do relatório fiscal, tanto Bobby Kotick, CEO, e Daniel Alegre, COO, frisaram em alguns números bem relevantes sobre a franquia Call of Duty. O primeiro deles é referente ao programa de apoio a veteranos de guerra, Call of Duty Endowment, que busca dar auxílio financeiro além de auxiliar a recolocar veteranos no mercado de trabalho em posições de destaque. A despeito dos índices de desemprego nos EUA ainda estarem em um crescente devido a diversas questão, o Call of Duty Endowment auxiliou mais de 15 mil veteranos estadunidenses a se recolocarem no mercado, sendo 21% desses números mulheres e outros 20% negros.

Passando para números referentes aos jogos em si, Kotick reforçou que somando as diversas propriedades da Activision garantiram aproximadamente 400 milhões de jogadores mensalmente durante 2020, e a intenção é reproduzir a mesma abordagem aplicada a Call of Duty em outros jogos da Activision buscando alcançar 1 bilhão de jogadores por mês.

Algumas dessas estratégias para melhorar o engajamento dos jogadores foram a adição de CoD: Warzone como free-to-play, além de investir no mercado dos dispositivos móveis como porta de entrada para a franquia, expandindo assim também as formas como a comunidade pode interagir com a marca, segundo Daniel Alegre.

- Continua após a publicidade -

Os números apontados por Alegre comparam a média de 40 milhões de jogadores ativos de anos anteriores com o aumento para 100 milhões em 2020, crescimento de aproximadamente 70%. Considerando que o crescimento de vendas dos títulos aumentou apenas 40%, o incremento do número total de jogadores se deve justamente a estratégia de empresa de criar portas de entrada gratuitas, já que, segundo o próprio COO, o modelo de negócios da empresa foca em monetização constante dos jogos para além do número de vendas dos títulos propriamente.

Evidentemente, facilitar o acesso buscando expandir as bases total e simultânea de jogadores aumentou também o número de horas investidas nas sessões, por possibilitar que novos jogadores se juntem a seus amigos em partidas em grupo, praticamente triplicando o número total de horas jogadas, ainda segundo Alegre.

- Continua após a publicidade -

Como já mencionado, em vista de todo esse sucesso da franquia de quase duas décadas, a Activision Blizzard pretende implementar esse modelo de democratização ao acesso dos jogos em outras propriedades da casa, mas não especificou como, quando ou quais outros títulos adotarão modelos similares, contudo, é possível especular que Diablo Immortal seguirá esta mesma linha desde o seu lançamento por já ser um jogo free-to-play, mas não foi detalhado na chamada como será a monetização dentro do jogo.

  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.