Créditos: Activision

Call of Duty Warzone: bug que permite sobreviver no gás está de volta ao game

Usuários justiceiros estão caçando trapaceiros que se aproveitam da falha

Call of Duty Warzone está, mais uma vez, sofrendo com um bug deveras incômodo: uma falha no item de cura permite ao jogador ficar infinitamente no gás, o que atrapalha o desfecho das partidas. Se você já chegou em uma final e não encontrou seu último adversário enquanto sufocava no veneno, certamente foi acometido por um usuário desleal se aproveitando da falha.

O bug em questão já aparece no game desde outubro do ano passado, mas ainda não foi corrigido. Os estúdios da Activision que trabalham em Warzone já estão buscando soluções para o inconveniente, mas, enquanto isso, alguns jogadores justiceiros reslveram fazer justiça com as próprias mãos.

Segundo relatos publicados em fóruns do Reddit, alguns jogadores estão abrindo mão de chegar na final do battle royale para acabar com os usuários que se aproveitam do bug. Quando a falha acontece, o trapaceiro consegue utilizar a seringa de cura infinitas vezes, o que garante um método para se curar em zonas fora de jogo, cobertas por gás tóxico.

Para trazer vingança aos jogadores honestos, os usuários justiceiros estão entrando na zona mortal e caçando os trapaceiros. Esses heróis raramente saem vivos, mas voltam para o menu com um sentimento de dever cumprido.

 

- Continua após a publicidade -
I figured out a little late that the bounty I chased into the storm was a stim glitcher. I did what had to be done. from r/CODWarzone

 

Os jogadores que se aproveitam do bug normalmente são identificados graças aos contratos de Warzone, que envolvem missões em que o jogador é desafiado a caçar outro competidor. Quando o trapaceiro está se aproveitando da falha e está sendo caçado em uma missão, sua localização fica marcada no mapa.

Cheaters em Warzone

O bug da seringa não é a única falha que assola os jogadores de Call of Duty Warzone. Além de ser conhecido pelos problemas de desempenho no PC, o game também conta com diversos cheaters, que utilizam modificações para conseguir vantagens no gameplay.

Recentemente, a Activision se comprometeu a lançar atualizações constantes para seu sistema anti-trapaças, que já conseguiu banir mais de 60 mil jogadores em apenas uma pancada. Desde o lançamento de Warzone, mais de 300 mil usuários já foram convidados a se retirar de do battle royale por utilizar cheats.

Via: Eurogamer, VG247
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.