Créditos: Tom Looman/GitHub

DLSS 2.0 pode ser integrado facilmente na Unreal Engine 4.26 com grandes ganhos

Em seu blog, desenvolvedor explicou como o processo de integração funciona

A tecnologia de antisserrilhamento e upsampling da Nvidia, DLSS 2.0, pode ser integrada de maneira facilitada com o motor gráfico da Epic Games, Unreal Engine 4.26. Esse processo foi detalhado mais recentemente pelo desenvolvedor Tom Looman, que publicou em seu blog explicando os grandes ganhos de desempenho trazidos pela tecnologia.

Sigla para Deep Learning Super Sampling, o DLSS é uma técnica exclusiva das GPUs da Nvidia que renderiza o jogo numa resolução inferior à nativa e então usa machine learning para reconstruir essa imagem.

Com isso, é possível ter uma qualidade equivalente a 4K nativo (3840 x 2160 pixels) enquanto o jogo é renderizado internamente em Full HD (1920 x 1080 pixels), por exemplo. Só que otimizações de desempenho nem sempre são fáceis para quem está desenvolvendo o game.

É aí que está o destaque do DLSS, já que a tecnologia não requer milhões de linhas de código para ser implementada – como pode acontecer com outros recursos nessa indústria. Muito pelo contrário: a integração com a Unreal Engine 4.26 é tão fácil que só é preciso compilar o seu projeto usando um branch especial da UE4 RTX.

Depois disso, é preciso entrar com uma aplicação do seu AppID no site da Nvidia. Depois de fazer apenas isso, Looman já viu grandes ganhos de desempenho no seu projeto. A implementação do DLSS 2.0 trouxe entre 60% e 180% de ganhos de desempenho para a demonstração criada por Looman.

- Continua após a publicidade -

Isso em comparação com a outra principal técnica de antisserrilhamento que estava disponível na engine, que é o TXAA (Temporal Anti-Aliasing). Essa é a opção usada pela maioria dos games da geração atual, especialmente quando o DLSS não está disponível, por trazer um bom equilíbrio entre qualidade visual e desempenho.

Os testes foram feitos com dois projetos diferentes feitos para a Unreal Engine, chamados de SurvivalGame e City Subway Train. O processo de implementação já foi bastante facilitado, mas a expectativa é de que ele vá ficar ainda mais fácil no futuro.

Para mais informações sobre a implementação do DLSS 2.0 na Unreal Engine 4.26, dê uma olhada na publicação completa no blog de Looman (em inglês).

Via: TechPowerUp Fonte: Tom Looman
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.