Créditos: Samsung

Samsung Exynos com AMD RDNA supera Apple A14 Bionic em testes vazados

Celulares da Samsung podem se tornar nos novos reis dos games mobile

O primeiro chipset Samsung Exynos com chip gráfico AMD RDNA apareceu com desempenho superior ao SoC Apple A14 Bionic num benchmark vazado. Os testes só levam em conta o desempenho gráfico do hardware, então ainda não temos ideia de como será o desempenho da sua CPU.

Também é importante notar que se trata apenas de um rumor, e não de um resultado oficial obtido a partir de um produto final. Como não há nem fotos dos testes, é bom deixar o seu alerta ligado com essas informações.

Dito isso, a GPU AMD de arquitetura RDNA se saiu entre 25% e 100% mais rápida do que o chip gráfico quad-core proprietário da Apple – que está presente no iPhone 12 Pro.

No suposto teste feito no Manhattan 3.1, o Samsung Exynos atingiu 181,8 quadros por segundo. Nesse  mesmo benchmark, o chipset da Apple obteve 146,4 fps em média. Já no teste Aztek Normal, os resultados foram de 138,25 fps (Samsung) contra 79,8 fps (Apple).


Fonte: IThome

- Continua após a publicidade -

Para completar essa curta bateria de benchmarks, também tivemos supostos testes feitos no Aztek High School. Aqui, o Exynos com AMD RDNA teve 58 quadros por segundo de média, contra 30,5 fps do Apple A14 Bionic.

Extrapolando esses resultados, também fica claro que o novo Samsung Exynos seria capaz de bater o Snapdragon 888, o atual chipset topo de linha da Qualcomm. Claro, isso se os testes forem reais.

Mesmo que essa vantagem se dê apenas no desempenho de jogos, já seria um ganho impressionante para a Samsung na primeira geração do AMD RDNA mobile. Vale lembrar que, nos últimos anos, a fabricante sul-coreana esteve sempre atrás das suas concorrentes em termos de desempenho de GPUs para smartphones.

Via: Tom's Hardware Fonte: Ithome
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.