Créditos: Reprodução / TechpowerUp

Chips de consoles da nova geração terão estoques reduzidos até meio de 2021

O aumento de produção dos SoCs embarcados nos novos Xbox Series X/S e Playstation 5 está prevista para o segundo semestre

Tanto AMD quanto Microsoft já alertaram que a escassez de consoles de nova geração não é um cenário que vá se modificar muito por enquanto. Segundo divulgações de balanço recentes frisaram enfaticamente em notícias não muito boas para quem ainda não conseguiu adquirir seus consoles de nova geração, pois ao que tudo indica isso ainda será uma tarefa consideravelmente difícil até depois do meio de 2021.

AMD, responsável por fabricar os SoCs de 7nm que integram todos os novos consoles, Series S e Series X da Microsoft, e Playstation 5 da Sony, afirmou que a demanda dos componentes em 2020 foi muito superior às projeções da empresa e linhas de montagem ainda precisam aumentar mais a produção para atender essa demanda. A escassez dos SoCs custom para os novos consoles vai se estender pelos próximos seis meses, tendo uma melhora a partir do segundo semestre quando as produções nas linhas de montagem da AMD vão conseguir aumentar.

 

Como consequência, a Microsoft já prevê que a baixa disponibilidade de estoques do Xbox Series S e Xbox Series X, que utilizam o mesmo SoC da AMD, vai se prolongar pois a demanda não diminuiu desde o lançamento, e provável que aumente ainda mais com o calendário de lançamentos de títulos que, ainda que compatíveis com a geração anterior, claramente já a levam ao extremo deixando clara sua obsolescência. 

- Continua após a publicidade -

Todavia, a culpa pela escassez nos SoCs para as novas gerações não é exclusivamente de uma falha logística da AMD. A disponibilidade de semicondutores de todos os segmentos tecnológicos, que já estava prejudicada pela cada vez mais pungente crise de matéria prima, sofreu ainda mais com a pandemia de SARS-COV-2 em 2020, pois, além do impacto nas linhas de produção, houve um aumento de demanda brutal com a necessidade da população do mundo todo de ficar em casa, forçando praticamente toda prestação de serviço e regime de trabalho que coubesse a possibilidade de operação remota a migrar o quanto antes para ela. 

Em declaração, a Dra. Lisa Su, afirma ter um bom prospecto para o próximo ano como um todo nos quesitos de demanda e capacidade de suprir a mesma, mas em se tratando de tempos de tanta instabilidade é importante manter-se pragmático, ainda porque o aumento de produção esperado para o segundo semestre não vai ter impacto imediato para o consumidor final que ainda está tentando fazer seu upgrade de GPU ou adquirir seu novo console pra permanecer entretido durante quarentena até que a pandemia esteja sob controle.

- Continua após a publicidade -

 

 

  • Redator: Daniel Trefilio Carvalho

    Daniel Trefilio Carvalho

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.