Créditos: Average Tech Guy

Nintendo será investigada por "obsolescência programada" na Europa

A Organização Europeia de Consumidores afirmou que mais de 25.000 reclamações foram feitas sobre os controles

A Organização Europeia de Consumidores (BEUC) fez um pedido à Comissão Europeia — o órgão executivo da UE — para que seja feita uma investigação sobre os drifts nos Joy-Cons do Nintendo Switch. 

O grupo BEUC, responsável por mais de 40 organizações de consumidores na União Europeia, afirmou que mais de 25.000 reclamações foram feitas sobre o defeito nos controles.

“De acordo com depoimentos de consumidores, em 88% dos casos, os controles do jogo quebraram nos primeiros dois anos de uso”, diz o BEUC.

Na reclamação encaminhada à Comissão Europeia, o grupo acusou a Nintendo de estar oferecendo produtos com obsolescência programada, e de “omissões enganosas de informações essenciais ao consumidor”.

Switch Brasil/Reprodução

Desde o lançamento do console, em 2017, os consumidores têm relatado problemas com os Joy-Cons. A principal reclamação se concentra nos problemas trazidos pelos desvios de joystick, que causam efeitos como ações indesejadas dentro dos jogos.

- Continua após a publicidade -

Desde 2019, a Nintendo costuma consertar ou realizar a troca de Joy-Cons danificados de forma gratuita, mas o problema se encontra até mesmo em modelos renovados do Nintendo Switch. 

Ursula Pachl, vice-diretora-geral do BEUC, afirmou que os consumidores estão preocupados com o fato da empresa continuar oferecendo um produto que recebeu diversos avisos por estar falhando precocemente.

ReviewBox/Reprodução

A obsolescência do produto significa que os consumidores muitas vezes têm que comprar um novo conjunto de controles após um curto período de tempo, também por causa dos custos desproporcionais e dos encargos práticos que os consumidores enfrentariam ao tentar fazer os reparos.

- Continua após a publicidade -

A decisão de protocolar uma investigação formal sobre o caso agora cabe à Comissão Europeia. Além dessa situação, a Nintendo enfrenta o começo de dois processos de ação coletiva nos Estados Unidos

Um foi apresentado pelo escritório de advocacia Chimicles Schwartz Kriner & Donaldson-Smith em 2019, e o segundo foi iniciado por uma mãe e um filho na Califórnia sobre a mesma questão em outubro de 2020.

Fonte: The Verge
  • Redator: Iraci Falavina

    Iraci Falavina

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.