Créditos: Nvidia

NVIDIA descarta nomenclaturas Max-Q e Max-P nas GPUs RTX 30 Mobile

A empresa declarou que os fabricantes dos notebooks serão responsáveis por fornecer as informações

Na semana passada, mais especificamente na quinta-feira (21), o site Notebookcheck informou que a Nvidia não indicaria mais se uma determinada GPU Ampere Mobile é uma variante Max-Q ou Max-P. Após a repercussão da novidade, a empresa enviou um comunicado ao site PC Gamer no qual afirma que "a marca Max-Q não vai desaparecer".

VideoCardz/Reprodução

A explicação fornecida pela Nvidia é a seguinte:

Quando originalmente introduzimos o Max-Q em 2017, a marca foi inicialmente usada na nomenclatura da GPU, já que Max-Q se referia apenas à GPU TGP (target graphic power, ou consumo de energia do chip gráfico). Hoje, a 3ª geração Max-Q é mais ampla e é um conjunto holístico de tecnologias de plataforma e abordagem de design para construir laptops poderosos e finos

A Nvidia ainda declarou em um release de imprensa que os notebooks da série RTX 30 mostrarão ainda mais informações, buscando ser tão transparentes quanto possível. Segundo a empresa, os usuários serão informados a respeito do TGP exato, clocks e os recursos suportados.

“Você encontrará isso no painel de controle que agora informa a potência máxima (TGP + Boost) e suporte para recursos-chave, incluindo Dynamic Boost 2, WhisperMode 2, Advanced Optimus e outros, todos sob o guarda-chuva da Max-Q”, disse a Nvidia

- Continua após a publicidade -

VideoCardz/Reprodução

Por fim, a empresa explicou que caberá aos fabricantes decidir se irão comercializar e informar essas especificações, e também será responsabilidade deles decidir quais recursos, TDP e velocidades de clock serão oferecidos.

Caso você não entenda o que está acontecendo, a NVIDIA criou o programa Max-Q para ajudar os fabricantes de notebook a desenvolver placas de vídeo com TGP inferior. O Max-Q era, portanto, uma abordagem do sistema para oferecer alto desempenho em notebooks gamers finos e leves, balanceado aquecimento e consumo de energia com as restrições de um modelo compacto.

Já o Max-P é uma configuração padrão de desempenho máximo destinada a mais uso de energia e temperaturas mais altas, logo demandam um notebook mais robusto. Após a nova mudança, não haverá mais garantia de poder diferenciar entre as variantes Max-P e Max-Q. Os clientes precisarão solicitar essas informações aos fabricantes de notebooks ou aguardar análises detalhadas.

- Continua após a publicidade -

Fonte: VideoCardz, PC Gamer, Tech Power Up, NotebookCheck
  • Redator: Iraci Falavina

    Iraci Falavina

    Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.