Créditos: Reprodução/OPetrolio

Intel tem crescimento de 33% em 2020 - notebooks de entrada em destaque

Apenas a divisão de chips mobile da companhia cresceu 30% em 2020

Em 2020 muitos setores da indústria de tecnologia tiveram um aumento de lucro significativo. O mesmo ocorreu com a Intel, que viu seus negócios lucrarem mais que o esperado. Ao todo, a divisão de PCs cresceu 33%, em comparação com 2019. Apenas a receita de notebooks cresceu 30%. De modo geral, a receita ficou em US$ 2,6 bilhões a mais do previsto pela companhia.

Esse acontecimento se deve muito ao fato das pessoas precisaram adaptar as suas vidas para o trabalho remoto. Um dos principais pontos é adquirir um novo PC para realizar as tarefas tanto escolares, como de trabalho. A indústria também registrou um maior interesse do público em dispositivos de entrada e mobile. É nesse ramo que a a Intel lucrou ainda mais.

Para o mercado internacional, o preço médio de notebooks teve uma queda de cerca de 15%. Isso não ocorreu no Brasil. Devido a alta do dólar, e os altos custos de importação, a maioria dos dispositivos ficaram mais caros durante 2020, incluindo notebooks e demais hardwares para PC. 

A Client Computing Group da Intel, que é responsável pelos chips que serão integrados em PCs, teve um crescimento de 9%. Isso significa que a divisão alcançou US$ 10,9 bilhões em receita durante o trimestre. A divisão de tecnologia autônoma Mobileye também teve um crescimento impressionante, de 39%, o que ajudou a superar as expectativas.

- Continua após a publicidade -

Apenas a divisão Monileye teve, em outubro, receita de US$ 2,6 bilhões. No quarto trimestre, referente aos últimos meses de 2020, a receita superou os US$ 20 bilhões, com lucros de US$ 5,9 bilhões. Apesar de serem números positivos, eles representam uma pequena queda, de 1% até 15%, comparado ao mesmo período de 2019. 

Até o momento, a Intel ainda não se pronunciou sobre os planos e planejamento para 2021. O novo CEO, Pat Gelsinger, irá assumir o cargo em fevereiro. É possível que o anúncio aconteça pouco depois que o novo líder da companhia se inteire com a equipe e desenvolvam estratégias. Isso deve ocorrer em poucos meses. Enquanto isso, a companhia aguarda um lucro de US$ 17,5 bilhões para o primeiro trimestre do ano.

Via: Engadget
  • Redator: Ana Luiza Pedroso

    Ana Luiza Pedroso

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.