Créditos: EVGA

Placas-mãe Z590 topo de linha de Asus, MSI e ASRock custarão mais de US$ 1.000

Modelos serão compatíveis com processadores Intel Core de 10ª e 11ª Geração

Algumas das principais fabricantes de hardware do mundo começaram a divulgar os preços dos seus modelos de placas-mãe baseados no chipset Intel Z590. As opções topo de linha dessa série vão passar de US$ 1.000, com a variante mais cara de todas superando a marca de US$ 1.500.

As empresas em questão são Asus, MSI e ASRock – todas até já divulgaram os nomes oficiais dos seus produtos com o novo chipset. Essas placas-mãe serão compatíveis com os processadores Intel Core de 10ª e 11ª gerações.

O modelo mais caro de todos é o Asus ROG Maximus XIII Extreme Glacial, que tem preço sugerido de € 1.516 (R$ 9.888 em conversão direta) no mercado europeu. Essa placa-mãe contrasta com a ROG Maximus XIII Extreme padrão, que sai por € 960 (R$ 6261). Ambas chegam no primeiro trimestre de 2021.

Fonte: Asus

Na linha ROG, a opção mais barata será a Strix Z590-A Gaming WiFi, por um preço sugerido de € 328 (R$ 2.139). As variantes E, F e I da Strix Gaming terão preços parecidos, com a diferença sendo o seu formato. Todas essas opções chegam em fevereiro de 2021.

- Continua após a publicidade -

Mas quem bateu o recorde de opção mais barata de todas é a ASRock, com a sua Z590 Steel Legend por US$ 194,99 (R$ 1.045). O modelo mais caro da ASRock, por sua vez, é a Z590 Taichi e sai US$ 429,99 (R$ 2.306).


Fonte: MSI

A Asus também tem uma opção mais baratinha: a Prime Z590-Plus por € 189 (R$ 1.232). Esse é quase o mesmo preço (€ 185) que a MSI vai cobrar pela Z590-A Pro.

Só que a opção mais cara da MSI não chega tão alta quanto a flagship da Asus. No caso da MSI, sua topo de linha é a MEG Z590 Godlike, com preço sugerido de € 999 (R$ 6.516).


Fonte: ASRock

- Continua após a publicidade -

De acordo com representantes da MSI e da Asus, há quatro principais motivos para o aumento nos preços em comparação com a geração anterior. O primeiro deles é a pandemia de Covid-19, que causou enormes dificuldades com a cadeia de produção.

O segundo é o aumento no custo dos componentes, como PCB, VRM, peças de áudio e assim em diante. Para completar, há ainda o efeito do ano novo chinês nas operações das companhias e um aumento nos custos de entrega.

Confira os preços sugeridos das placas-mãe Intel Z590:


Fonte: WCCF Tech

Via: WCCF Tech
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.