Créditos: Nvidia

Sem avisar ninguém, Nvidia reduz requisitos para obter certificação G-Sync Ultimate

Agora não é mais necessário ter o padrão HDR 1000 para receber a aprovação da empresa

A Nvidia atualizou de maneira silenciosa os requisitos para fabricantes que desejam certificar os seus monitores com o emblema G-Sync Ultimate. Essa certificação serve para denotar aqueles que a Nvidia considera os melhores monitores para games do mercado.

Por causa disso, anteriormente era necessário ter um módulo G-Sync proprietário da fabricante e suporte para HDR 1000 verificado pela VESA. Só que, sem avisar ninguém, a Nvidia eliminou a necessidade de ter certificação HDR 1000 para receber o emblema do G-Sync Ultimate.

Agora, o site da fabricante norte-americana só diz que os displays precisam ter capacidades de "HDR realistas" – o que é uma terminologia bastante vaga. Inclusive, durante a CES 2021, a MSI e a LG anunciaram monitores com o emblema G-Sync Ultimate, mas que não traziam certificação HDR 1000.


Fonte: TechPowerUp

Ao invés disso, eles traziam apenas o emblema HDR 600 da VESA, que ainda assim demonstra uma capacidade decente de high-dynamic range. Os monitores em questão são o MSI MEG MEG381CQR e o LG 34GP950G.

- Continua após a publicidade -

O G-Sync Ultimate nasceu como um spin-off do programa G-Sync, no momento em que a empresa decidiu relaxar os requisitos para habilitar a tecnologia anti-tearing em monitores de terceiros. Desde então, não é mais necessário que o seu monitor tenha um caro módulo G-Sync dedicado para se aproveitar dos benefícios do recurso.


Fonte: Nvidia

Ou seja, basta o monitor ser compatível com AMD Freesync ou com o Vesa Adaptive Sync para que você possa ativar na sua GPU da Nvidia a tecnologia que elimina stuttering e rasgos na tela. Para diferenciar esses displays daqueles que antigamente receberiam o módulo G-Sync, a Nvidia criou a certificação G-Sync Ultimate.

Após o assunto repercutir na internet, um porta-voz da Nvidia enviou o seguinte comunicado para o site Overclock3D:

"No final do ano passado, nós atualizamos o G-Sync Ultimate para incluir novas tecnologias de display como OLED e LCDs iluminados pelas bordas.

"No final do ano passado, nós atualizamos o G-Sync Ultimate para incluir novas tecnologias de display como OLED e LCDs iluminados pelas bordas.

- Continua após a publicidade -

Todos os displays com G-Sync Ultimate são impulsionados por avançados processadores Nvidia G-Sync que entregam experiências de games fantásticas, incluindo HDR realista, contraste deslumbrante, cores cinematográficas e jogabilidade de latência ultra baixa. Enquanto os displays originais com G-Sync Ultimate tinha 1000 nits e FALD, os monitores mais novos, como OLED, entregam contraste infinito com apenas 600 a 700 nits. O G-Sync Ultimate nunca foi definido apenas pelos nits e não exigia a certificação Vesa DisplayHDR1000. Monitores com G-Sync regular também são impulsionados pelos processadores G-Sync.

Todos os displays com G-Sync Ultimate são impulsionados por avançados processadores Nvidia G-Sync que entregam experiências de games fantásticas, incluindo HDR realista, contraste deslumbrante, cores cinematográficas e jogabilidade de latência ultra baixa. Enquanto os displays originais com G-Sync Ultimate tinha 1000 nits e FALD, os monitores mais novos, como OLED, entregam contraste infinito com apenas 600 a 700 nits. O G-Sync Ultimate nunca foi definido apenas pelos nits e não exigia a certificação Vesa DisplayHDR1000. Monitores com G-Sync regular também são impulsionados pelos processadores G-Sync.

O monitor Acer X34 S foi listado de maneira errônea como com suporte a G-Sync Ultimate no site da Nvidia. Ele deve ser listado como G-Sync e a página está sendo corrigida".
Comunicado oficial da Nvidia

O monitor Acer X34 S foi listado de maneira errônea como com suporte a G-Sync Ultimate no site da Nvidia. Ele deve ser listado como G-Sync e a página está sendo corrigida".
Comunicado oficial da Nvidia

Via: TechPowerUp, Guru 3D, PC Gamer
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.