Créditos: Créditos: Foto: Videocardz

Intel Alder Lake-S aparece com 16 núcleos e memórias DDR5

A 12ª segunda geração Intel Core vazou no SiSoftware

Novamente um processador da 12ª geração Core para desktops, codinome Alder Lake-S, dá as caras no SiSoftware, mostrando as potenciais novidades da linha para a futura geração de CPUs da empresa. Quem achou os dados foi o usuário do Twitter @momomo_us, e estava dentro dos registros do SiSoftware SANDRA, uma base de dados de análise e testes de componentes.

O modelo que surgiu na base de dados tem como clock base 1.8GHz e boost até 4.0GHz. Há um total de 12.5MB em cache nível L2 e 30MB em nível L3. O registro também lista um gráfico "Intel AlderLake-S Mobile Graphics", descrição de provavelmente os gráficos integrados Intel Xe, rodando a 1.5GHz. No registro aparecem como sendo um total de 32 UE (unidades de execução) disponível, com um total de 256 shaders.

Outra novidade é a memória: está listado o uso de memórias DDR5, bem como o uso de um soquete LGA 1700.

- Continua após a publicidade -

Essa geração também irá introduzir uma microarquitetura híbrida, parecida com o conceito big.LITTLE usado em smartphones e tablets, com núcleos de mais performance e outros de eficiência. Apenas os núcleos de alto desempenho contariam com hyperthread, resultado na curiosa contagem de 16 núcles e 24 threads que aparece em alguns lugares do registro, enquanto em outras aparece como tendo um total de 32 threads.

Essa não é a primeira vez que temos vazamentos da 12ª geração Core. Em outubro apareceram supostas fotos dos processadores e seu novo formato. A Intel confirmou na CES 2021 que os primeiros modelos Alder Lake chegam ao mercado ainda em 2021, na segunda metade do ano, e já demonstrou uma máquina operando com a nova tecnologia. Além do DDR5, rumores indicam que pode ser introduzido a tecnologia PCI Express 5.0.

Via: Videocardz
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.